Armações e dados distorcidos prejudicam o empresário Gilmar Lunelli de Freitas

Por Luís Pablo Maranhão
 

Empresário Gilmar Lunelli de Freitas

O empresário Gilmar Lunelli de Freitas, dono da empresa Masul Agrícola, com sede em Chapadinha, tem sido vítima da divulgação de dados e informações distorcidas, que tem como cunho prejudicar sua imagem, colocando em dúvida a legalidade das operações de suas empresas.

O empresário que atua há vários anos no ramo sojicultor, vem sendo prejudicado por publicações em blogs. O foco das publicações é a localidade de Coceira (município de Santa Quitéria), onde o empresário é detentor de uma fazenda.

Os moradores da comunidade, possivelmente influenciados, deram início a confrontos contra o empresário. As informações que supostamente a empresa Masul não tem licença para operação, de forma que o desmatamento das áreas pertencentes acontece de maneira errada, não condiz com realidade.

A empresa detém de AUTORIZAÇÃO PARA SUPRESSÃO DE VEGETAÇÃO, de N° 14/2010, expedida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, SEMA. Abaixo, o primeiro documento torna licito a remoção de vegetação da área citada, tendo em vista o desenvolvimento de PROJETO AGRÍCIOLA. O segundo documento, abaixo, expressa a posse da empresa, que trata da LICENÇA PRÉVIA de N° 186/2009, também fornecido pela SEMA.

Vale ressaltar que um empreendimento desse tipo requer grande quantidade de área aberta. A remoção e alteração da vegetação existente só é permitida com o fornecimento dos documentos abaixo citados e ainda das LICENÇAS DE INSTALAÇÃO e de OPERAÇÃO, fornecidas de acordo com os registros de N°s: 014/2010 e 818/2010.

Segundo informações da direção da empresa, os tramites legais e exigências são cumpridas a risca em suas operações e fazem parte de sua política de qualidade. E as imagens e informações que estão sendo divulgadas, dos moradores da própria localidade como “jagunços armados” não passam de verdadeiros equívocos.

A empresa nega o uso de escolta ou qualquer tipo de segurança armada e que na realidade a pratica da caça é algo comum a muitos que vivem na região, assim como o uso dos acessos que cortam os campos agrícolas, para o consequente tráfego.

Veja abaixo a documentação:

Maranhão tem aumento de 370% nos casos de dengue

Por Luís Pablo Maranhão
 

Do G1

A Vigilância Sanitária do Maranhão voltou a registrar casos de dengue tipo I. Esta é uma das explicações para o aumento de 370% no número de casos da doença registrados em 2011 no Estado, na comparação com o mesmo período do ano passado. Até agora, foram confirmados 2.797 casos – em 2010 foram 595 casos – e a tendência é que haja aumento no volume de notificações até maio, quando termina o período chuvoso.

Segundo o coordenador do programa estadual de combate a dengue, José Batista da Silva, o início mais cedo das chuvas é uma das principais explicações para o crescimento do número de casos da doença. “Uma das razões que contribuiu para esse aumento reside no fato do início precoce do período chuvoso em 2011, enquanto que em 2010, o período chuvoso só teve início a partir do mês de abril”, disse.

Na tentativa de conter o avanço da moléstia, o governo do Maranhão lançou um plano emergencial de combate a dengue. Apenas na capital, uma força tarefa com 550 agentes de saúde, equipes do exército e do Corpo de Bombeiros, apoiados por 20 carros “fumacê” e outros dez veículos estão sendo empregados para combater a doença. A última epidemia no Maranhão foi registrada em 2007, quando foram contabilizados mais de 14.616 casos, sendo que 136 foram de dengue hemorrágica. Naquele ano foram 13 mortes.

Roberto Costa, Alberto Franco e Jura Filho na expectativa

Por Luís Pablo Política
 

Do blog Marcelo Vieira

O deputado Roberto Costa (PMDB) deve assumir a Secretaria de Juventude somente na próxima semana. Ele viajou para Brasília e só deve retornar a São Luís na quinta (24). Por conta disso, a posse que estava prevista para essa semana teve que ser adiada.

Enquanto isso os suplentes Jura Filho e Alberto Franco (ambos do PMDB) continuam na expectativa para saber quem assume a vaga com a saída de Costa.

Roberto Costa tem dito aos mais próximos que sua vontade é de continuar na Casa, mas que vai atender a determinação da governadora Roseana (PMDB).

O blog apurou a existência de um suposto acordo entre a governadora e o deputado para que ele permanecesse na Assembleia pelo período de cinco meses, ainda restam dois meses.

O deputado acredita que o governo pode aproveitá-lo melhor na Assembleia. Para a governadora, Roberto pode contribuir muito na Secretaria de Juventude. Além disso, a ida do deputado para a Pasta resolveria mais uma questão política com seus aliados.

Jura Filho já declarou que quer deixar a Secretaria de Assuntos Especiais para retornar ao Legislativo. Mas segundo apurou o blog, a preferência de Roseana seria pelo suplente Alberto Franco, mais dado aos debates o que reforçaria a base aliada na AL.

Em caso de Jura bater o pé para assumir na Assembleia, Franco assumiria a Secretaria de Assuntos Especiais.

Trânsito de Chapadinha e suas vitimas; até quando?

Por Luís Pablo Maranhão / Política
 

Mais um acidente de trânsito no município de Chapadinha, por falta de sinalização, resultou em uma vitima fatal.

O acidente aconteceu na última quarta-feira, por volta das 23h00min, na Av. José Caetano. A vitima foi a jovem Rosileide dos Santos Sales, de 24 anos, que sofreu um grave acidente de moto que resultou em traumatismo e afundamento craniano, além de outras lesões, chegando a perder os dois dedos do pé.

No dia 20 deste, a jovem que estava hospitalizada no Socorrão 2, em São Luis, após quatro dias na UTI, não resistiu a gravidade dos ferimentos e faceleceu. Este caso passar ser mais um número de morte de trânsito em Chapadinha.

Constatemente atrocidades e violações ao código brasileito de trânsito vem acontecendo no município, como crianças pilotando motos, dirigindo carros. Na grande maiorias das vezes, os pais estão ou na garupa como carona, ou ao lado.

Nos finais de semana, o desrespeito as leis de trânsito é enorme: jovens dirigindo embriagados, pilotando em alta velocidade. As ruas e avenidas parecem mais pista de autodromo.

Veja abaixo o cometário de desespero de um chapadinhense:

“Diante de tudo o que vem acontecendo, o que podemos fazer para evitar que mais vidas sejam ceifadas? Como garantir a nossa segurança e a de nossa familia nas vias urbanas e rurais de Chapadinha? Gostaria muito que idéias iniovadoras fossem apresentadas, soluções ao problema do trânsito surgissem, e que idéias sem sentidos não tivessem espaço nesta cidade tão bela, até quando esse trânsito vai continuar assim?”

Caminhão da Juventude é lançado no Parque Jair

Por Luís Pablo Maranhão / Política
 

Mais 300 jovens do Parque Jair serão capacitados gratuitamente

Os moradores do Parque Jair, um dos bairros mais populosos de São José de Ribamar, estão em festa. Em solenidade realizada recentemente, foi lançado no bairro o projeto Caminhão da Juventude, ação pioneira no Estado, criada pela administração do prefeito Gil Cutrim (PMDB), que funciona como uma escola itinerante profissionalizante gratuita, promovedora da inclusão digital, e que visa capacitar os jovens da cidade para inseri-los, de forma mais rápida e eficiente, no concorrido mercado de trabalho.

A exemplo do que aconteceu nas regiões da Sede (duas etapas), Parque Vitória, Vilas, Maiobinha, Jardim Tropical (duas etapas), Panaquatira, Cohatrac V e Novo Cohatrac, cerca de 300 jovens do Parque Jair serão capacitados, gratuitamente, com cursos profissionalizantes de excelência no atendimento, excelência em vendas, unhas decoradas, habilidades gerenciais, introdução ao processamento de dados, sistema operacional, processador de texto e noções básicas de Internet.

Lançado no ano passado, o Caminhão da Juventude, é importante destacar, já capacitou mais de 2.600 jovens ribamarenses. “Desde 2005, o Parque Jair recebe uma atenção especial da Prefeitura de Ribamar. Hoje, temos saúde, educação e infra-estrutura de qualidade. O Caminhão da Juventude é mais uma ação do prefeito Gil que demonstra o seu total compromisso com a juventude deste bairro”, afirmou o comerciante Lindomar Silveira.

Inscrita no curso de unhas decoradas, a jovem Talita Seixas, que recentemente concluiu o Ensino Médio, avaliou a chegada do Caminhão no Parque Jair como uma ótima oportunidade para que os jovens do bairro possam disputar, de igual para igual, uma vaga no mercado de trabalho. “Este projeto deveria era ser copiado por todos os municípios brasileiros. Ele leva, de forma gratuita, conhecimento para todas as regiões de Ribamar. Isso sim é compromisso com o desenvolvimento de um povo”, disse.

O projeto Caminhão da Juventude funciona da seguinte forma: O laboratório de informática (com 12 computadores interligados à Internet), assim como o espaço para a realização dos cursos profissionalizantes, que também possui computadores interligados à Internet, foi instalado no container de um caminhão baú de 13 metros de comprimento, que foi totalmente adaptado e climatizado para receber bem os jovens.

É importante destacar, ainda, que no horário das 18h às 22h (período no qual os cursos de profissionalização não estão sendo ministrados) o Caminhão da Juventude funciona como uma lan house gratuita. Só para se ter uma idéia, durante o período que o Caminhão ficou instalado nas nove primeiras regiões, mais de dez mil pessoas, que não possuem computador em casa, utilizaram a Internet gratuita oferecida no espaço.

“Fora Nenzim!” População protesta contra corrupção em Barra do Corda

Por Luís Pablo Política
 

Da turma da Barra

Mais de 3 mil pessoas participaram, na manhã desta segunda-feira, do movimento pela ética, cidadania e contra a corrupção em Barra do Corda.

Após a concentração em frente ao sindicato dos trabalhadores rurais, entidade que organizou o movimento, os manifestantes partiram em direção ao fórum da cidade onde uma comissão protocolou uma representação cobrando ações do judiciário em relação aos escândalos envolvendo o prefeito Nenzin e sua família, denunciados pela Polícia Federal durante a operação astiages por inúmeros crimes.

O documento, assinado por diversas entidades e partidos políticos exige entre outras uma ação pública afastando o prefeito Nenzin até a conclusão da investigação pela Policia Federal ou seu impeachment através da câmara municipal, pedido também dirigido aos vereadores no documento

O documento também denuncia a morosidade e solicita suspeição do Promotor Guaracy Figueiredo, acusado de parcialidade e morosidade na julgamento de processos contra o prefeito.

Em seguida a comissão, que contou com o apoio dos deputados Valdir Maranhão e Antonio Pereira entregou cópia da representação ao promotor Jorge Ribeiro.

Seguindo pelas ruas, a manifestação percorreu todo o centro histórico da cidade sendo aplaudida inúmeras vezes pela população que assistia nas calçadas, nas janelas e nas portas da casas.

Concentrados na praça Melo Uchoa, os manifestantes assistiram a várias manifestações de apoio, entre elas os deputados Antonio Pereira e Waldir Maranhão.

Uma nova manifestação deverá ser marcada para os próximos dias. Segundo os organizadores o evento foi um sucesso.

Abaixo a documentação:

Biografia: Sarney acusa Tião Viana de vazar dossiê contra ele em 2009

Por Luís Pablo Política
 

José Sarney e Tião Viana

A obra promete polêmicas, pois no capítulo dedicado à crise dos “atos secretos”, Sarney se apresenta como vítima de um “processo político” que desencadeou a crise, especialmente por ser na época aliado do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ele diz que “era uma acusação política cruzada com ressentimentos pessoais”, citando os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF), Pedro Simon (PMDB-RS) e Eduardo Suplicy (PT-SP)- que na época defenderam o seu afastamento do comando do Senado.

Em um dos trechos da biografia, Sarney narra conversa com a então ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), na qual teria colocado como condição para renunciar ao cargo o seu apoio político.

“Se o governo acha, se o PT acha que eu devo sair, deixo de ter sustentação política e não estou apegado ao cargo. Não tenho motivo nenhum para renunciar, a não ser que o PT ache que eu sou mau apoio ao governo e, comigo, o PMDB”, afirma.

O senador acusa o governador do Acre, Tião Viana, então senador pelo PT, de ter divulgado um dossiê contra ele, que provocou a crise dos atos secretos no Senado, em 2009.

Sindicato vai entrar com recurso na Justiça contra a decisão do desembargador Marcelo Carvalho

Por Luís Pablo Maranhão / Política
 

Por Oswaldo Viviani

Apesar da decisão liminar do desembargador Marcelo Carvalho Silva, considerando ilegal a paralisação dos professores – que entrou ontem em seu 18º dia –, os professores da rede estadual de ensino afirmam que vão prosseguir com o movimento ao menos até o dia 23, quando haverá uma assembleia geral para definir os rumos do movimento. Os professores querem a imediata implantação do Estatuto do Educador e do Plano de Cargos, Carreiras e Salários, entre outras reivindicações.

Euges Lima, diretor do Sinproesemma (entidade que representa a categoria) informou ontem ao Jornal Pequeno que o sindicato vai entrar com um recurso na Justiça contra a decisão do desembargador e confirmou que a paralisação está mantida. Em seu despacho, Marcelo Carvalho Silva estabelece uma multa diária de R$ 50 mil caso os professores não voltem ao trabalho.

De acordo com Euges Lima, a decisão do desembargador foi “mal fundamentada” e faz uma “interpretação distorcida” da legislação sobre a greve. “O desembargador Marcelo Carvalho argumenta que a educação é um setor essencial, mas a lei não considera assim”, disse o sindicalista.

Na quinta-feira (17), após a imprensa divulgar a decisão da Justiça de decretar a greve ilegal, o Sinproesemma divulgou a seguinte nota:

Diante de notícias informando que o desembargador Marcelo Carvalho determinou a abusividade da greve dos educadores públicos do Maranhão, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) vem a público para:

1 – Informar que oficialmente a entidade não foi notificada da decisão judicial e, assim sendo, a greve continua sem prejuízo para os profissionais da educação;

2 – Comunicar que em última instância quem decidirá a continuidade ou interrupção do movimento grevista é a categoria reunida em assembleia geral, como determinam o Estatuto desta entidade, e que estas serão realizadas entre os dias 23 e 25 deste mês;

3 – Relembrar que o direito à greve está previsto na Constituição Federal e que o Sinproesemma buscará o caminho da Justiça para reverter a decisão dada em caráter liminar (provisória) e de forma monocrática;

4 – Reafirmar a legitimidade do nosso movimento paredista, pois desde 2009, nós, educadores (professores, especialistas e funcionários de escolas), estamos empenhados na definição, aprovação e aplicação do Estatuto do Educador, necessário ao reconhecimento e valorização do profissional, que pode dar ao ensino público a qualidade que a sociedade maranhense exige e paga por ela;

5 – Afirmar que buscar na Justiça a decretação da abusividade de nossa greve é mais uma demonstração de que o governo Roseana Sarney (PMDB/PT) não está interessado nem no diálogo nem na solução dos problemas da educação pública, pois busca o confronto com os educadores, foge do debate na Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, impede a realização de audiência pública sobre a questão e se escora em caríssima e mentirosa campanha de mídia;

6 – Reafirmar que os educadores e educadoras maranhenses, representados pelo Sinproesemma, estão abertos à negociação e ao diálogo, mas não recuarão diante das ameaças, chantagens e repressão vindas do governo do Estado e continuarão em greve até que o Poder Executivo se disponha a negociar e atender as reivindicações dos trabalhadores.

Educação pública de qualidade só com o estatuto aprovado e o educador valorizado.

A greve continua! Estatuto já!