Prefeito de Ribamar Gil Cutrim lamenta morte de Jackson Lago

Por Luís Pablo Política
 

Nota de pesar pelo falecimento de Jackson Lago

Foi com tristeza que recebi a notícia da morte do ex-prefeito de São Luís e ex-governador do Maranhão, Jackson Kleper Lago.

Fundador do PDT no Maranhão, Jackson Lago, ao longo dos seus mais de 40 anos de vida pública, contribuiu com as lutas sociais e com o desenvolvimento de nosso Estado.

E este trabalho, inegavelmente, tem que ser reconhecido por todos os políticos maranhenses integrantes das mais variadas correntes partidárias.

Em nome do povo de São José de Ribamar, quero prestar os sinceros sentimentos à família de Jackson Lago, ressaltando o grande respeito que todos nós, ribamarenses, nutríamos por ele.

Fábio Braga defende a recuperação da malha viária estadual

Por Luís Pablo Política
 

Durante entrevista ao programa Portal da Assembleia, na manhã desta terça-feira, 5, o deputado Fábio Braga (PMDB) defendeu a recuperação e o redimensionamento da malha viária do Maranhão, com o objetivo de garantir a livre circulação das produções locais e o desenvolvimento do Estado. “Não basta produzir”, declarou.

Na visão de Fábio Braga, se há facilidade para escoar a produção, os produtos chegam com preços mais acessíveis ao consumidor. Por outro lado, a precariedade no transporte encarece ainda mais os produtos.

Ele ressaltou que o desenvolvimento produtivo do Maranhão foi intenso nos últimos dez anos, resultando no destaque do Estado na produção de grãos, com um saldo de 1,9 milhões de toneladas no último ano.

Para o deputado, o desenvolvimento ainda deixa a desejar com relação ao homem do campo. Para contemplar os pequenos produtores, Fábio Braga chamou a atenção para a necessidade de encontrar meios para inseri-los no universo do agronegócio. Nesse ponto, ele destacou o papel fundamental da Assembleia Legislativa. “Temos que discutir essa questão de forma regionalizada”.

Lembrando os novos investimentos que chegaram ao Maranhão nos últimos anos, como a exploração do gás natural, uma usina termelétrica e uma refinaria de petróleo, Fábio Braga destacou, mais uma vez, a importância da Assembleia Legislativa nesse contexto, com o propósito de atuar junto à sociedade, preparando a população para as mudanças, projetando um novo horizonte para o Estado, com economia forte e justiça social.

Ao comentar a situação caótica do aeroporto Cunha Machado, interditado para reforma, Fábio Braga defendeu a construção de um novo terminal, como medida necessária para atender às exigências contemporâneas. Ele destacou o aumento pela procura do transporte aéreo, somado ao aumento da demanda em razão dos novos investimentos e do potencial turístico do Estado.

NOVOS MUNICÍPIOS –Com relação à criação de novos municípios, tema de constante repercussão no âmbito estadual, Fábio Braga somou-se a essa luta. As discussões giram em torno dos apelos pela aprovação da PEC nº 13/2003, que devolve aos Legislativos Estaduais de todo país a competência para legislar sobre criação, fusão, incorporação ou desmembramento de municípios.

Sobre esse tema, Fábio Braga também defendeu limites. Ele alertou para a necessidade de avaliar as potencialidades de cada região, antes decidir pela emancipação. “Não podemos pensar apenas no quantitativo, mas principalmente no qualitativo”. O deputado citou o município de Bacabeira como exemplo bem sucedido de emancipação.

Família de Jackson Lago dispensa nota de pesar dos Sarney

Por Luís Pablo Política
 

A guerra das oligarquias no Maranhão parece não ter terminado com a morte do ex-governador Jackson Lago . A família de Lago, ainda muito abatida com o acontecido na segunda-feira, afirmou durante o velório do político na sede do PDT, em São Luís, capital maranhense, dispensar a nota de pesar enviada pelo presidente do Senado, José Sarney , inimigo declarado de Jackson.

O ex-chefe da Casa Civil do Maranhão e ex-deputado estadual do PSDB, Aderson Lago, primo do ex-governador, não economizou nas críticas à nota enviada pelos Sarney e não fez questão de esconder o clima de hostilidade e rivalidade que reina entre as famílias.

– A máfia que mata é a mesma que manda flores, faz elogios e vai ao enterro – disse.

Ainda de acordo com a família de Jackson Lago, o político nunca se recuperou do processo de cassação que sofreu enquanto estava no poder, em 2009.

– Desde então ele mostrou-se abatido e sua saúde nunca mais foi a mesma – disse Antônio Carlos Lago, irmão do ex-governador.

O corpo de Jackson Lago chegou no final da tarde desta terça-feira à sede do PDT. Durante todo o cortejo, do aeroporto ao local do velório, a população, emocionada, prestou homenagens ao ex-governador, agitando bandeiras do PDT e do estado do Maranhão, numa demonstração de carinho.

O trânsito próximo à sede do partido foi interrompido pela PM, causando um enorme engarrafamento nas proximidades. O enterro está marcado para as 10h desta quarta-feira, no cemitério dos Vinhais.

Descanse em paz Jackson Lago…

Por Luís Pablo Política
 

Por volta das 18h00, o corpo do ex-governador Jackson Lago chegou a sede do PDT, no Centro de São Luís, onde está sendo velado.

Na sede do PDT estão milhares de pessoas que acompanharam o cortejo, entre elas autoridades, como: o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, o prefeito de São Luis, João Castelo, acompanhado da primeira dama, Gardênia Castelo, e os demais parlamentares, Rubens Pereira Júnior, Bira do Pindaré, Neto Evangelista, Valeria Macêdo, Rogério Cafeteira, André Fufuca, Alexandre Almeida, Fabio Braga, Magno Bacelar, Marcos Caldas, Vianey Bringel e Gardeninha Castelo, entre os demais vereadores: Ivaldo Rodrigues e Severino Sales, acompanhados de autoridades partidárias: Weverton Rocha, Edson Vidigal, Roberto Rocha, Clodomir Paz, Graça Paz, e Julião Amin.

O corpo está sendo velado na área aberta da sede do partido. Uma tenda foi improvisada no local, caso de chuva. Os familiares ficaram cerca de 20 minutos, para depois liberarem a entrada das autoridas, imprensa e populares presentes no local.

Morre a mãe do deputado Léo Cunha

Por Luís Pablo Maranhão
 

Doença maldita – Depois da morte do ex-vice presidente José Alencar e do ex-governador do Maranhão Jackosn Lago, o câncer fez mais uma vitima.

Desta vez, foi a mãe do deputado estadual Léo Cunha (PSC). Ela estava internava no hospital São Rafael, localizado na cidade de Imperatriz e faleceu nesta manhã, por volta das 10h.