Acorda governadora, olha só como está sendo administrada a Segurança do MA

Por Luís Pablo Maranhão
 

O secretário de Segurança Pública do Estado, Aluísio Mendes, vem fazendo uma péssima administração na Pasta. Depois que entrou, vem acumulando uma série de rebeliões no currículo.

Na primeira rebelião, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no dia 09 de novembro de 2010, o secretário falou que foi vitima de armação. Após 2 meses, no dia 08 de janeiro de 2011, aconteceu outra rebelião em Pinheiro. E agora? Será que foi armação novamente? Ou é desculpa pela péssima gestão que vem fazendo?

Acorda governadora!

Se realmente deseja fazer o melhor governo de sua vida, tem de começar fazendo mudanças. Porque, daqui a dois meses, onde será a próxima rebelião?

Momentos que não dá pra esquecer:

Rebelião no Complexo Penitenciário de Pedrinhas

Rebelião no município de Pinheiro

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 2,5 milhões na quarta-feira

Por Luís Pablo Brasil
 

Da Folha.com

O concurso de número 1.258 da Mega-Sena, que será sorteado na próxima quarta-feira, deve pagar R$ 2,5 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas, segundo estimativa da Caixa Econômica Federal.

Apostas do Rio e CE dividem prêmio de R$ 52 mi da Mega-Sena.

No sábado, dois bilhetes acertaram as seis dezenas do concurso 1.257 e levaram, cada um, o prêmio de R$ 26.211.767,61. As apostas vencedoras são de Madalena (CE) e do Rio de Janeiro (RJ). Os números sorteados foram: 02 – 15 – 26 – 27 – 30 – 52.

Ao todo, 154 apostas acertaram a quina e devem levar, cada uma, R$ 24.358,21. A quadra saiu para 11.765 bilhetes e pagará R$ 455,48 para cada um.

Quem quiser tentar a sorte no próximo concurso deve fazer suas apostas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 2,00.

Cleylton Costa, um exemplo de superação

Por Luís Pablo Esporte
 

O ex-atacante maranhense Cleylton Costa é um exemplo de superação. Aos 19 anos, o jogador havia feito um contrato com o clube do Cruzeiro, em janeiro de 2011, mas teve um trágico acidente de moto no dia 18 de dezembro de 2010, que resultou na perda de sua perna direita.

Em reportagem ao SportTV News, Cleylton conta como foi interrompida a sua trajetória.

Assista a reportagem abaixo:

Aliados políticos de Roseana Sarney receberam bolsas de pesquisa no Maranhão

Por Luís Pablo Política
 

Governadora Roseana Sarney

No Globo

O Ministério Público do Maranhão investiga a denúncia de que aliados da governadora Roseana Sarney (PMDB) receberam bolsas de estudo da Fundação de Amparo à Pesquisa no Maranhão (Fapema) sem desenvolverem pesquisas. Entre os beneficiados estão petistas e ex-prefeitos. Um deles, o secretário-geral do PT no Maranhão, Fernando Antônio Magalhães de Sousa, recebeu R$ 32 mil entre maio e dezembro do ano passado.

Segundo Sandra Lucia Elouf, da Promotoria de Fundações, a diretora da instituição, Rosane Guerra, prestará esclarecimentos na próxima terça-feira:

– Vamos conversar sobre como essas bolsas foram cedidas e saber quais as pesquisas desenvolvidas – afirmou, acrescentando que só após a manifestação oficial decidirá se instaurará inquérito.

Depoimento também na Assembleia Legislativa

Rosane será convidada para comparecer também à Assembleia Legislativa do Maranhão. Os deputados Rubens Pereira Jr. (PCdoB), Bira do Pindaré (PT) e Marcelo Tavares (PSB) protocolaram um pedido de convocação da diretora. Na Casa, chegou-se a cogitar a instalação de uma CPI. No entanto, o número necessário de assinaturas, 14, não foi alcançado.

– A dirigente deverá dizer se os nomes que aparecem na lista são mesmo dos ex-prefeitos ou de homônimos – afirmou Rubens Pereira Jr.

As despesas constam no site de transparência do Maranhão como “Recursos destinados à manutenção de desenvolvimento do ensino”. Na lista de beneficiados, estão nomes que coincidem com os de pelo menos oito ex-prefeitos e até com o de uma testemunha no processo que cassou o ex-governador Jackson Lago (PDT). Fernando de Jesus Lima de Oliveira recebeu R$ 24 mil entre fevereiro e dezembro de 2010. Os valores das bolsas supostamente destinadas a políticos somam R$ 173.250.

Governo não informa quais pesquisas apoiou

Procurada pelo GLOBO, a Secretaria estadual de Comunicação não informou se os bolsistas são os políticos e nem quais pesquisas foram desenvolvidas. Afirmou apenas que o convênio da Secretaria de Educação com a Fapema para concessão de bolsas terminou no ano passado.

Fernando Antônio Magalhães de Sousa, que hoje é assessor do vice-governador Washington Luís (PT), confirmou ter recebido os R$ 32 mil. Ele alegou que o dinheiro refere-se a uma “bolsa de trabalho”:

– O que recebi foi bolsa de trabalho, não de pesquisa. Prestava serviço à Secretaria Adjunta de Gestão Institucional, subordinada à Secretaria de Educação. Não conheço esse site de transparência e não posso falar do que não tenho conhecimento. O governo é que tem que explicar.

O MP investigará também se oito nomes que aparecem na lista são de ex-prefeitos: Raimundo José Fernandes Cardoso (seria do município de Gonçalves Dias); Raimundo Nonato Souza Pinto (São Vicente Ferrer); Raimundo Nonato Lopes Farias (Arame); Gabriel Amorim Cuba (Cedral); Francisco Barbosa dos Santos (Cachoeira Grande); Francisco Carnaúba da Silva Machado (Duque Bacelar); Walin Nemer Damous (Cururupu); e Orias de Oliveira Mendes (Bela Vista do Maranhão).