Vereador Álvaro Pires participa de plantio de pés de juçara no Sítio do Físico

Por Luís Pablo Política
 

Na manhã desta segunda-feira (22), o vereador Álvaro Pires (PMN) participou de uma ação de plantio de mudas de juçara no Sítio do Físico, que faz parte do Parque Estadual do Bacanga, em São Luís.

As 200 mudas de juçara foram plantadas em alusão do Dia Internacional das Águas, como parte do projeto Lagoa Nova: sustentabilidade sócio ambiental e cultural do Rio Bacanga.

“Temos que lembrar que a água doce é um recurso finito, precisamos preservar as nascentes, buscar ações para despoluir nossos rios e campanhas de conscientização da população para que juntos possamos preservar essa riqueza natural que é tão necessária e é de todos nós. Desta forma estamos preservando nosso futuro”, declarou o vereador Álvaro Pires.

O convite para a iniciativa partiu o reitor da Universidade Federal do Maranhão – UFMA, Natalino Salgado.

Bar na Litorânea é interditado por Vigilância Sanitária

Por Luís Pablo Cidade
 

Durante fiscalização da Vigilância Sanitária realizada neste fim de semana, um bar foi interditado na Av. Litorânea, em São Luís.

O estabelecimento, Açaí Raízes, estava funcionando, com clientes sentados às mesas, em descumprimento com o decreto estadual que proíbe o funcionamento de bares e restaurantes como forma de conter o avanço da pandemia de Covid-19.

A operação foi confirmada pela assessoria da Secretaria de Estado da Saúde – SES.

 

Deputado Pedro Lucas pede maior prazo para empréstimos de pequenas empresas

Por Luís Pablo Política
 

O deputado federal Pedro Lucas Fernandes enviou solicitação ao Ministério da Economia para que os prazos para pagamento de empréstimos feitos por pequenas empresas junto ao Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) seja estendido. O pedido foi feito através da indicação 383/2021.

Para o parlamentar, neste momento de pandemia é preciso ajudar os pequenos empresários do país. “Estamos passando pelo momento mais difícil da pandemia. Há um ano, pequenas empresas estão lutando para se manterem de pé. É preciso criar mecanismos para ajudar mais os pequenos empresários” afirmou.

O Pronampe foi criado em 2021 como uma linha e crédito especial para socorro às pequenas empresas, duramente afetadas com a crise econômica advinda da pandemia de Covid-19. O prazo para pagamento é de oito meses, mas com o agravamento da crise sanitária as empresas seguem acumulando prejuízos.

Pedro Lucas sublinhou ainda que as pequenas empresas são responsáveis pela geração de 30% do Produto Interno Bruto – PIB Brasileiro, e são as provedoras de 55% dos empregos no país.

Instagram, WhatsApp e Facebook Messenger apresentam instabilidade

Por Luís Pablo Política
 

Instagram, WhatsApp e Facebook Messenger pararam de funcionar por algumas horas em todo o mundo, nesta sexta-feira (19).

De acordo com o DownDetector, plataforma que monitora instabilidade de sites e redes sociais, mais de de 123.000 usuários relataram problemas com o Instagram, 23.000 usuários relataram problemas com o WhatsApp. Já sobre o Facebook Messenger foram recebidos mais de 5.000 relatórios de problemas.

O Facebook, empresa dona dos três aplicativos não atendeu a pedidos de informação da imprensa americana sobre o ocorrido.

No Brasil, os três canais voltaram a funcionar por volta das 15h20, horário de Brasília.

Petrobrás reduzirá o preço da gasolina nas refinarias em 5%

Por Luís Pablo Brasil
 

Após o preço dos combustíveis subir seis vezes em três meses, a Petrobrás anunciou uma redução no valor da gasolina nas refinarias, que passará a ser vendido a R$ 2,69 por litro, uma redução de 5,1%, ou R$0,14

A boa notícia para por aí, já que o preço do diesel não sofreu nenhuma redução e  permanece em R$ 2,86 por litro.

A redução no preço da gasolina passa a valer a partir deste sábado (20), mas ainda com este recuo recuo o combustível acumula aumento de 46% em 2021. O diesel acumula aumento de 41,5% desde janeiro.

Flávio Dino mantém bares e restaurantes fechamos por mais uma semana

Por Luís Pablo Política
 

Em coletiva na manhã desta sexta-feira (19), o governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou o aumento e extensão das medidas restritivas de contensão à pandemia de Covid-19 no estado.

Restaurantes e bares ficarão sem funcionar por mais uma semana, até o dia 28 de março. Construção civil terá novo horário para atividades, enquanto supermercados e academias terão redução de público em 50%.

Segundo ele, as medidas mais duras são necessárias por conta da projeção de que “temos pela frente seis semanas desafiadoras”.

Confira as medidas:

  • O Decreto Estadual nº10.648, posto em prática na sexta passada (12), passa a valer até o dia 28;
  • O feriado de Adesão do Maranhão à Independência, normalmente no dia 28 de julho, será adiantado para a próxima sexta-feira, 26;
  • Atividades não essenciais estão suspensas nos dias 26, 27 e 28 de março;
  • Suspensão das cirurgias eletivas, por falta de medicamentos de anestesia;
  • Trabalho na construção civil deve encerrar às 16h (apenas Ilha de São Luís);
  • Academias e supermercados passam a funcionar com 50% da capacidade de lotação (apenas Ilha de São Luís);
  • Apenas uma pessoa por família para fazer compras em supermercados (apenas Ilha de São Luís).

Ocupação em leitos de UTI para Covid-19 chega a 100% em Imperatriz

Por Luís Pablo Cidade
 

A segunda maior cidade do Maranhão já não possui mais leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI disponíveis para pacientes com Covid-19.

Imperatriz atingiu 100% da ocupação dos leitos para pacientes com complicações da doença nesta quinta-feira (18).

Em São Luís, o colapso também não está longe, com 90% dos leitos indisponíveis para novos pacientes.

Nesta quinta, o Maranhão registrou mais 799 casos e 35 óbitos, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Ao todo, são 231.874 casos e 5603 mortes pela doença desde o início da pandemia, há um ano.

Dos novos casos, 147 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 67 em Imperatriz e 585 nos demais municípios do estado.

Secretário de Saúde alerta que o pior da pandemia “virá nas próximas semanas”

Por Luís Pablo Saúde
 

Em entrevista à Rádio Mirante AM, nesta quinta-feira (18), o secretário de Saúde do Estado, Carlos Lula, declarou que o pior da pandemia virá nas próximas semanas.

Lula, que também é presidente Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), disse ainda que “a indústria nacional não tem mais capacidade de abastecer as secretarias com kit para intubação. Vai faltar medicamento para intubação”.

As duras palavras vêm após o Brasil registrar o assustador número de 2.798 mortes em 24h pela Covid-19 e estar há meses em franco crescimento em casos e mortes pela doença.

Na análise de Carlos Lula, “as próximas semanas serão ainda piores diante do quadro que a gente tem hoje. A gente tem hoje o pior momento no enfrentamento da pandemia em um ano”.

Para ele, o cenário é “como se a gente estivesse vivendo a primeira onda de um novo vírus”. Segundo o secretário, um ano depois do início da pandemia pessoas mais jovens estão adoecendo mais, e pacientes ficando mais tempo internados. “A pessoa evolui de maneira muito mais grave”, destacou.

O Brasil é hoje o segundo país no mundo em restrições de entrada de cidadãos em outros países, e um dos incubadores de novas variantes do coronavírus, como a cepa P1 que surgiu do caos na saúde do Amazonas.

Toca Serra se reúne com MEC em busca de investimentos para Pedro do Rosário

Por Luís Pablo Cidade
 

O prefeito do município de Pedro do Rosário, Domingos Erinaldo Sousa Serra, o Toca Serra, se reuniu, na manhã desta quinta-feira (18) com o Ministro da Educação Milton Ribeiro, em Brasília.

O encontro ocorreu na sede do MEC, onde Toca Serra solicitou a liberação de recursos dos convênios em andamento para a conclusão de creches, escolas e quadras poliesportivas, e aquisição de ônibus escolares e mobiliário para as escolas do município.

A aplicação dos recursos está dentro do Plano de Ações Articuladas da Educação, o PAR 2021.

Toca Serra se declarou satisfeito com a reunião e a recepção do ministro Ribeiro às suas demandas para os pedro-rosarienses. “Podemos aguardar que muitos investimentos virão para nossas crianças. Tenham certeza que não medirei esforços para conseguir recursos, seja com o Governo Federal ou Estadual”, afirmou o gestor municipal.

Solicitação do Auxílio Emergencial da Cultura tem prazo prorrogado na Ilha

Por Luís Pablo Cidade
 

Com encerramento previsto para esta quinta-feira (18), o prazo para profissionais da cultura solicitarem o auxílio emergencial na Ilha de São Luís foi prorrogado até às 23h59 desta sexta-feira (19).

O benefício, anunciado na semana passada, é uma parcela única de R$ 600,00 paga pelo Governo do Estado como forma de amenizar os prejuízos financeiros da categoria, proibida de de trabalhar até o dia 21 de março, por conta da pandemia de Covid-19.

Podem pedir o auxílio todos os trabalhadores da classe artística que residam na Grande Ilha e que tenham sido anteriormente selecionados em um dos editais da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural. A solicitação é feira no site auxilio.cultura.ma.gov.br.