Morre Reginaldo Rios, ex-prefeito de Vitória do Mearim

Por Luís Pablo Política
 

Reginaldo Rios ao lado do filho, o deputado Ricardo Rios

Morreu na manhã desta segunda-feira (22), Reginaldo Rios, ex-prefeito de Vitória do Mearim por dois mandatos e pai do deputado estadual Ricardo Rios. A família não divulgou a causa da morte.

Reginaldo Rios tinha 72 anos, era engenheiro civil e empresário. Era casado com Dóris Rios, que concorreu às eleições de 2020 para a prefeitura de Vitória do Mearim, ficando em segundo lugar.

A Assembleia Legislativa lamentou a morte de Reginaldo Rios e emitiu uma nota. Confira:

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento do ex-prefeito do município de Vitória do Mearim, Reginaldo Rios Pearce, pai do deputado estadual Ricardo Rios (PDT), ocorrido nesta segunda-feira (22).

Reginaldo Rios Pearce deixa um legado político em Vitória do Mearim, onde consolidou sua forte liderança à frente da Prefeitura por dois mandatos.

Consternados com a perda, prestamos nossa solidariedade e condolências aos familiares, amigos e munícipes de Vitória do Mearim, desejando força para que superem este momento de dor.

Deputado Othelino Neto
Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão

Morre empresário envolvido no esquema criminoso de Anajatuba

Por Luís Pablo Política
 

Fabiano morreu em seu apartamento, em São Luís

Morreu na madrugada desta segunda-feira (22), em seu apartamento, o empresário Fabiano Bezerra, de 43 anos, vítima de infarto.

Fabiano chegou a ser preso em 2015 pela Polícia Federal, por integrar uma organização criminosa que desviava recursos federais destinados à educação do município de Anajatuba.

O empresário criou quatro empresas fantasmas à época para fraudar as licitações e desviar verbas públicas. O esquema foi denunciado no quadro do Fantástico ‘Cadê o dinheiro que tava aqui?’ em novembro de 2014.

O Ministério Público investigou o esquema em outras 70 prefeituras. O rombo aos cofres públicos foi superior a R$ 60 milhões. No fim do ano passado, Fabiano foi condenado a quatro anos e três meses de reclusão por desvio de recursos públicos no município de Bom Jardim.

COVID: Prefeita e secretária de Araioses são investigadas por furar fila da vacina

Por Luís Pablo Política
 

Denúncia foi enviada à 1ª Promotoria de Justiça de Araioses

A prefeita de Araioses, Luciana Marão Félix, e a secretária de Saúde do município, Aila Maria dos Santos Freitas, estão na mira do Ministério Público sob suspeita de tomar a vacina contra a Covid-19 indevidamente.

O inquérito foi instaurado pelo promotor de Justiça John Derrick Barbosa Brauna, após denúncia enviada à 1ª Promotoria de Justiça de Araioses. Segundo a queixa, a prefeita e a secretária foram vacinadas contra a Covid sem se enquadrarem nos requisitos a que se submetem os demais cidadãos.

Segundo o Ministério Público, a quebra de ordem de vacinação tanto pode configurar ilícito administrativo como penal. O Inquérito Civil Público deve apurar a verdade dos fatos e suas circunstâncias, bem como ajuntar provas para eventual ajuizamento de ação civil, a fim de garantir o efetivo respeito do Poder Público aos direitos assegurados na Constituição Federal aos grupos prioritários para o recebimento da vacina.

A Secretaria Municipal de Saúde foi notificada e tem o prazo de 10 dias para enviar a lista completa dos vacinados e a cópia do Plano Municipal de Imunização. A recusa, o retardamento ou a omissão de dados indispensáveis à propositura da ação civil constitui crime, punido com pena de reclusão de um a três anos, mais multa.

Polícia Civil prende duas pessoas por homicídio em São Luís

Por Luís Pablo Política
 

A ação coordenada pela SPCC também cumpriu mandados de busca e apreensão

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou, na manhã desta sexta-feira (19), a “Operação Lethum”, em combate aos crimes de homicídio ocorridos na região metropolitana. A Operação contou com a participação da SPCC, através das seccionais, SEIC, SENARC e SHPP.

Durante a operação foram cumpridos mandados de prisão e de Busca e Apreensão, tendo sido realizadas duas prisões.

Além disso, as equipes envolvidas realizaram incursões e abordagens nos bairros da Cidade Olímpica, Cidade Operaria, São Raimundo e adjacências, locais de atuação de facções criminosas.

Na ocasião também foram feitas diligências investigativas pela SHPP, através de sua Unidade Móvel, tendo sido possível a realização de intimações e identificação de testemunhas para inquéritos em andamento, com o que busca -se aumentar a repressão a esse tipo de crime.

Destaque-se que nos últimos 15 dias a Polícia Civil do Maranhão, através das ações da SPCC e da SHPP, já realizou 24 prisões referentes a homicídios. A SPCC, por sua vez, ressalta que no mês de fevereiro deste ano já realizou 72 prisões, incluindo outras modalidades criminosas, em toda a região metropolitana, número 125% maior que o mês de fevereiro de 2020.

O Superintendente da Capital, Delegado Carlos Alessandro, destacou que outras operações serão realizadas pela Polícia Judiciária de modo a combater de forma cada vez mais efetiva os crimes praticados na região metropolitana, garantindo, assim, uma maior segurança à população.

Roberto Rocha Júnior pode ter contraído uma mutação mais agressiva da Covid-19

Por Luís Pablo Política
 

Roberto Rocha Júnior ficou sete dias internado

O ex-vereador Roberto Rocha Júnior, de 32 anos, fez um relato na sua conta do Instagram, nessa quinta-feira (18), sobre os dias difíceis que passou por conta da Covid-19. No texto, ele afirma ter contraído uma mutação chamada P1. O pai dele, o senador Roberto Rocha, confirmou a informação durante uma entrevista nesta sexta (19).

Rocha Júnior começa o relato informando que nunca fumou, não tem comorbidades, há quase um ano não bebe, faz atividade física pelo menos seis vezes por semana, se alimenta bem. E mesmo tendo um estilo de vida saudável, passou muito mal com a doença, e precisou ficar sete dias hospitalizado.

“Nono dia em diante as coisas começaram a mudar. Mesmo me alimentando bem, descansando o dia todo, tomando todas as providencias de protocolo da doença, comecei a pegar febre, calafrios, falta de ar, cansaço, enjoo, dores fortes na cabeça e nos olhos, tontura, dores nas juntas do corpo, dor no peito. A cada dia que passava ia piorando”, relatou.

Os sintomas ficaram ainda mais fortes e Rocha Júnior teve que ser hospitalizado. “Acontece que no dia 12 da doença fui bater no hospital porque meu coração estava muito acelerado, meu peito doendo muito e a falta de ar já não era mais só um incomodo. Resultado da tomografia foi de 50% do pulmão comprometido, uma inflamação grave, infecção tão grave quanto, pneumonia, saturação 88 e batimento cardíaco 135. Não peguei um covid comum”, alertou.

O ex-vereador disse ainda que foi infectado com uma cepa muito mais agressiva, forte, com poder de contágio mais alto e com resistência alta a anticorpos. No entanto, o Hospital São Domingos, por meio de nota, negou qualquer registro da nova cepa na unidade.

“Todos os exames para rastreio de Covid-19 de pacientes do Hospital são feitos em laboratórios terceirizados credenciados e no laboratório estadual Lacen, que não nos informaram nenhum caso desta referida cepa em nossos pacientes.”, diz trecho da nota.

Roberto Rocha Júnior recebeu alta hospitalar nessa quinta-feira (18).

Léo Cunha tem contas desaprovadas pela Justiça Eleitoral

Por Luís Pablo Política
 

Léo Cunha pagou por serviços que não foram realizados na campanha

O prefeito de Estreito, Léo Cunha, teve as contas desaprovadas pela Justiça Eleitoral. A decisão foi assinada pelo juiz titular da 82ª Zona, Bruno Nayro Miranda.

De acordo com a justiça, Léo Cunha pagou por serviços que não foram efetuados durante a campanha eleitoral de 2020. A denúncia foi feita pelo Ministério Público Eleitoral.

Léo Cunha chegou a pagar por uma aparelhagem de som que não foi utilizada nos atos de campanha porque não tinha autorização para usá-lo acima do volume permitido em área residencial.

Ricco Alimentos investe em nova identidade visual

Por Luís Pablo Política
 

A nova logo da Ricco Alimentos

O entrevistado do jornal O Debate, Caio Mendes, empresário e cocriador do Grupo Ricco Alimentos (@riccoalimentos) que, também em nome do seu sócio Carlos Eduardo, expressa as dificuldades de um momento de expansão da própria empresa coincidir com o momento critico do mundo durante a pandemia, também indica o uso da criatividade do grupo em adaptar-se ao novo mercado de trabalho, a necessidade de um marketing organizado e eficiente e o futuro da empresa, uma experiência que a grande maioria das empresas, grandes ou pequenas, passaram em 2020, e um exemplo que deveria vir a ser seguido por todas elas.

Gerentes da Ricco Alimentos

“O lançamento da nossa marca coincidiu com o período pós-lockdown, e isso caracterizou também o início de um novo momento de esperança em dias melhores e mais saúde” certifica Caio Mendes, a ideia de expandir o seu negócio pelo maranhão, mais especificamente, em imperatriz, dividiu lugar com o pensamento preocupante de como lidar com a pandemia que afligiu o ano passado e continua no esqueleto dos negócios em 2021. O empresário, mesmo em momento crítico procurou uma forma de sobressair-se de suas concorrentes, com a criatividade da adaptação do mercado alimentício, com a renovação da sua imagem social e adaptação ao marketing digital.

A empresa é parte dos quase 146 mil negócios

“A pandemia trouxe necessidade de inovação…” simples e certeira, a fala de Caio Mendes compila todo seu esforço no ano passado, com apoio da Sebrae, cuja o mesmo recorreu, adaptação às redes sociais (@riccoalimentos), programas de delivery, higienização com padrão excepcional e, principalmente, parceria e criação de marketing digital para publicidade e propaganda do seu próprio negócio, a Ricco Alimentos apresentou 20% de crescimento se comparado ao que era um mês normal pré-lockdown, sendo uma das empresas da estática do Sebrae sobre os Impactos da Covid-19 nos Pequenos Negócios que conseguiram superar-se e evoluírem em suas vendas durante o ano de 2020.

Mais de 200 mil maranhenses foram curados da Covid-19

Por Luís Pablo Política
 

200.263 maranhenses sobreviveram à pandemia

Mais de 200 mil pessoas já venceram a Covid-19 em todo o estado do Maranhão. Segundo o último boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Saúde nessa quarta-feira (17), desde o início da pandemia, 214.058 pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus. Desse total, 200.263 se recuperaram, 4883 morreram e 8912 estão ativos no momento.

Dos pacientes que conseguiram vencer a doença, 4319 são profissionais da saúde. Esses sobreviventes maranhenses passaram por momentos de dores, angústias e muito medo. Mas, no final sobreviveram a essa grave pandemia, que ainda assola o mundo todo.

Pessoas de várias faixas etárias, grupos sociais distintos se depararam com o mesmo diagnóstico. O vírus não escolhe. Todos são alvos. Os profissionais da área da saúde, que estiveram e ainda continuam na linha de frente, foram verdadeiros heróis.

A pandemia ainda não cessou. Por isso, todos os cuidados são necessários para que o número de infectados e de mortos diminuíam.

Suspeitos de praticar assaltos a residências e estabelecimentos comerciais são presos em São Luís

Por Luís Pablo Política
 

Um dos mandados de prisão foi cumprido no estado do Ceará

Sete pessoas foram presas, nesta quinta-feira (18), por suspeita de envolvimento em assaltos a estabelecimentos comerciais, residências e veículos cometidos na Região Metropolitana de São Luís.

Ao todo, a Polícia Civil cumpriu 11 mandados de prisão, busca e apreensão por crimes contra o patrimônio. Uma das prisões foi efetuada no estado do Ceará. Segundo a polícia, as investigações devem continuar para tentar localizar mais pessoas suspeitas de participação nos crimes.

Os presos foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecem à disposição da justiça.

Prefeito de São Pedro dos Crentes lança pré-candidatura ao Governo amanhã

Por Luís Pablo Política
 

Dr Lahesio Bonfim é aliado do presidente Jair Bolsonaro

O prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Rodrigues Bonfim (PSL), é um dos interessados a ocupar o Palácio dos Leões em 2022. O gestor deve lançar sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão nesta sexta-feira (19).

O evento político está previsto para acontecer no município de Imperatriz, no auditório do New Anápolis Hotel. Lahesio é aliado do presidente Jair Bolsonaro, de quem deve receber total apoio e incentivo para a corrida ao Governo do Estado.

O prefeito de São Pedro vai disputar com nomes de peso como do vice-governador Carlos Brandão (Republicanos), do senador Weverton Rocha (PDT) e do deputado federal Josimar do Maranhãozinho (PL).

O prefeito chegou a postar um vídeo nas suas redes sociais falando sobre sua pré-candidatura e pedindo apoio ao seu projeto para 2022. “Para muitos, o prefeito de São Pedro dos Crentes é louco. Mas a palavra de Deus diz que o Senhor usa os loucos para confundir os sãos. Eu espero por você. Você que sonha com um Maranhão renovado, que realmente acredita num político de verdade, algo novo, aquilo que é diferente”, declarou Lahesio.

PERFIL

Lahesio Rodrigues Bonfim é casado, tem 42 anos e é médico. Foi reeleito prefeito de São Pedro dos Crentes com 90,11% dos votos válidos. Com sua forte influência política, conseguiu eleger os noves vereadores da Câmara Municipal, todos seus correligionários.

Forte crítico ao governador Flávio Dino (PCdoB), Lahesio tem buscado parcerias importantes na região Tocantina para emplacar seu projeto rumo ao Palácio dos Leões. O prefeito ficou conhecido por doar, integralmente, seu salário de R$ 13.500 por vários meses para construir casas a famílias de baixa renda.