Licitação milionária é investigada em Carolina

Por Luís Pablo Política
 

Erivelton Neves, prefeito de Carolina

A Prefeitura de Carolina, comandada pelo prefeito Erivelton Neves, está na mira do Ministério Público Estadual por conta de uma licitação para contratação de serviços comuns de engenharia.

O alvo da investigação é o processo licitatório referente à Concorrência Pública n°001/2023, que prevê realização de manutenção corretiva e preventiva em prédios públicos, vias públicas e logradouros públicos.

A Portaria do MP destaca que é vedada à administração pública admitir, prever, incluir ou tolerar, nos instrumentos convocatórios, cláusulas ou condições que comprometam, cerceiem ou obstem o aspecto competitivo do procedimento licitatório.

Pontua ainda que frustrar a licitude de processo licitatório, acarretando perda patrimonial efetiva, poderá, em tese, configurar ato de improbidade administrativa.

O procedimento licitatório em questão foi autorizado pela secretária municipal de Administração, Finanças, Planejamento e Urbanismo, Andréia Moreira Pessoa Antoniolli. A dotação prevista para a prestação de serviço é de R$ 3,2 milhões.

 

Licitação de transporte escolar de Açailândia é alvo de investigação

Por Luís Pablo Política
 

Estima-se um prejuízo de R$ 82.454.540,00 aos cofres públicos

A 2ª Promotoria de Justiça Especializada de de Açailândia instaurou procedimento administrativo para apurar supostas irregularidades em licitação para contratação de transporte público escolar em Açailândia.

A empresa investigada é a Linux, que concorreu sozinha à licitação. “(…) a empresa vencedora foi a mesma do contrato anterior, nos levando a acreditar que houve direcionamento na licitação”, destacou o promotor de justiça Denys Lima Rêgo.

Segundo o MP, também não houve qualquer economia quanto o valor contratual. O termo de referência da licitação apresentou rotas muito maiores que a realidade, levando o município a pagar uma quantidade muito maior que a necessária. A Prefeitura de Açailândia é comandada pelo prefeito Aluísio Sousa.

Estima-se um prejuízo de R$ 82.454.540,00 aos cofres públicos, referente à contratação, sem contar os regulares aumentos de rotas e repactuação de preços. O MP deve partilhar as informações sobre a denúncia com os órgãos federais responsáveis pelo controle das verbas federais.

Prefeitura de Zé Doca vai gastar mais de meio milhão com pães e rosquinhas

Por Luís Pablo Política
 

Josinha Cunha, prefeita de Zé Doca

Inacreditável, mas a Prefeitura de Zé Doca pretende gastar R$ 796.789,00 com produtos de padaria para as secretarias municipais.

Não vai faltar pão, salgado e rosquinha para a gestão municipal, comandada pela prefeita Josinha Cunha. A farra com o dinheiro público vai beneficiar as secretarias de Educação, Saúde, Administração e Assistência Social.

As guloseimas vão ser financiadas pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), Fundo de Participação dos Municípios (FPM), além do Fundo Municipal de Saúde (FMS) e Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS).

A administração municipal celebrou três contratos para a prestação de serviço. As empresas JM Carvalho (R$310.771,00), L Silva Costa (R$ 310.050,00) e Hélio Wilker Lima de Araújo (R$ 175.968,00) foram agraciadas com os contratos.

O contrato com a JM Carvalho foi assinado no dia 18 de dezembro de 2023, e os outros dois no dia 31 de janeiro deste ano. Os acordos têm assinaturas dos titulares das pastas beneficiadas.

Suposta empresa de fachada faturou R$ 8,7 milhões em Cândido Mendes

Por Luís Pablo Política
 

José Bonifácio Rocha de Jesus, prefeito de Cândido Mendes

O Ministério Público Estadual instaurou Procedimento Investigatório Criminal (PIC) para apurar a contratação de uma possível empresa de fachada pelo prefeito de Cândido Mendes-MA, José Bonifácio Rocha de Jesus.

A empresa em questão é a RE Empreendimentos e Serviços, conhecida como Litoral Empreendimentos, do município de Turiaçu-MA. A empresa, criada em novembro de 2020, tem como atividade principal a construção de edifícios.

A investigação é coordenada pelo promotor de justiça Fábio Henrique Meireles Mendes, por delegação do procurador-geral de justiça. O procedimento deve ser concluído em 90 dias. O MP deve comunicar o Tribunal de Justiça sobre a abertura do PIC.

A reportagem verificou no Portal da Transparência da Prefeitura de Cândido Mendes três contratos milionários celebrados entre o município e a empresa investigada, no montante de R$ 8.799.116,79.

No dia 7 de abril de 2022, foi assinado um acordo, no valor de R$ 2 milhões, para a construção de uma creche tipo II em Cândido Mendes. O contrato vigorou até 24 de novembro do mesmo ano. A prestação de serviço foi financiada pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

No dia 10 de janeiro de 2023, foi firmado um contrato, no valor de R$ 3,1 milhões, com a finalidade de pavimentação asfáltica em vias urbanas. Foram oito meses de vigência. O contrato é fruto de um convênio firmado entre o Ministério do Desenvolvimento Regional e o município de Cândido Mendes.

Atualmente, está em vigor um contrato, no valor de R$ 3,5 milhões, para implantação de estradas vicinais, referente a um convênio firmado com Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Paraíba (Codevasf). O contrato foi assinado no dia 26 de maio de 2023 e tem vigência de 12 meses.

Serviços de iluminação pública vão custar mais de R$ 3 milhões em Santa Inês

Por Luís Pablo Política
 

Felipe dos Pneus, prefeito de Santa Inês

A Prefeitura de Santa Inês-MA, comandada por Felipe dos Pneus, vai gastar uma fortuna com serviços de iluminação pública. Serão R$ 3.175.202,70 destinados para tal finalidade.

A empresa que abocanhou o contrato milionário foi a Moriah Empreendimentos e Serviços, localizada no município de Santa Rita-MA.

Conforme o extrato do contrato, a empresa deve realizar serviços de manutenção, modernização, eficientizacão e ampliação da iluminação pública do município.

O contrato foi celebrado no último dia 1° e tem vigência até 31 de dezembro deste ano. O documento foi assinado pela chefe do gabinete do prefeito, Lígia de Cássia Sousa de Araújo.

Prefeitura de Anajatuba deve suspender contratos com escritório de advocacia

Por Luís Pablo Política
 

Hélder Aragão, prefeito de Anajatuba

A Justiça determinou a suspensão imediata de dois contratos firmados em 2023 entre o Município de Anajatuba e o escritório de advocacia Monteiro e Monteiro Advogados Associados. A Ação Civil Pública foi ajuizada pela Promotoria de Justiça de Anajatuba em 29 de dezembro de 2023.

Em caso de descumprimento da decisão, deverá ser aplicada multa diária no valor de R$ 10 mil até o limite dos valores obtidos pelo escritório em razão dos contratos.

Ambos os contratos tinham por objeto a prestação de serviços visando ao recebimento de valores não repassados corretamente ao Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica), decorrentes de diferenças no valor mínimo anual por aluno (VMAA). Esse índice foi previsto na Lei 9.424/96, que criou o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

Para o promotor de justiça Rodrigo Alves Cantanhede, titular da Promotoria de Anajatuba, os dois contratos são irregulares porque foram firmados de forma direta, ou seja, com inexigibilidade de licitação, mesmo não tendo sido comprovada a necessidade de serviços de profissional de notória especialização.

Além disso, foi verificada irregularidade na previsão de pagamento do escritório contratado por meio de recursos destinados à manutenção e desenvolvimento da educação de qualidade, ou de recursos próprios do município. Segundo o promotor de justiça, tais dotações orçamentárias não têm relação com a prestação dos serviços e afetam gravemente as políticas públicas dos municípios, especialmente no atual cenário de pós-pandemia de COVID-19, em que os cofres públicos estão sendo bastante afetados.

Outro aspecto tido como irregular foi a celebração de contrato de risco, pois não foi estabelecido preço certo à contratação, e a remuneração dos escritórios está vinculada ao percentual do crédito a ser obtido.

De acordo com o Ministério Público do Maranhão, o efetivo cumprimento da sentença para recebimento dos valores decorrentes de diferenças do Fundef não apresenta nenhuma complexidade que justifique a contratação de profissional especializado, podendo as providências necessárias ao recebimento de recurso ser tomadas pela própria Procuradoria do Município de Anajatuba.

Rigo Teles celebra Carnaval e faz vista grossa aos problemas de Barra do Corda

Por Luís Pablo Política
 

Rigo Teles no Carnaval 2024 (à esquerda) e a precária estrada na zona rural (à direita)

O prefeito Rigo Teles não poupou registros e divulgação do Carnaval 2024 em Barra do Corda. O gestor não mediu esforços para garantir a festança e levar atrações renomadas.

Só que enquanto a folia acontecia, a população enfrentava a dura realidade do desgoverno de Rigo Teles. Os problemas na cidade são inúmeros.

Os moradores da zona rural têm sofrido com a situação crítica das estradas. Onde deveria ter asfalto, tem apenas barro e muito lamaçal por conta do período chuvoso.

O Hospital Municipal é uma tristeza. Quem precisa de atendimento, padece. A opção é recorrer ao Hospital Regional.

A educação também não é prioridade para a gestão municipal. Um exemplo claro é a qualidade da água ofertada aos alunos da escola Santo Antônio, na Vila Miguelzinho.

A água da cisterna da referida unidade de ensino está imprópria para o consumo, e mesmo assim é usada no dia a dia da comunidade escolar.

A população de Barra do Corda não recebe os serviços mínimos da gestão municipal, mas Rigo Teles comemora os feitos dos cinco dias do Carnaval.

Instituto de Previdência do Município de Buriticupu é alvo de investigação

Por Luís Pablo Política
 

João Carlos, prefeito de Buriticupu

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Buriticupu converteu em Procedimento Administrativo um Atendimento ao Público referente à denúncia de irregularidades no Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Buriticupu (IPSEMB).

A denúncia foi feita pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública de Buriticupu (SINTEB) e pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Rede Municipal de Buriticupu (SINDSEB).

Conforme a Portaria, a investigação deve analisar a regularidade do IPSEMB. O caso está sob os cuidados do promotor de justiça Felipe Augusto Rotondo.

O IPSEMV é uma entidade subordinada diretamente ao gabinete do prefeito. A Prefeitura de Buriticupu é administrada pelo prefeito João Carlos.

Carnaval do MA é sucesso de público

Por Luís Pablo Política
 

Mais de três milhões de pessoas participaram do Carnaval nos circuitos da Avenida Litorânea e da Beira-Mar

São Luís já é destino certo para o Carnaval. Com uma programação de renome e estrutura grandiosa, a capital maranhense ganhou o coração dos foliões.

Os dois circuitos promovidos pelo Governo do Maranhão, Beira-Mar e Avenida Litorânea, fizeram grande sucesso e atraíram uma multidão, mais de três milhões de pessoas, segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

Só no domingo (11), o público estimado na Beira-Mar foi de meio milhão de pessoas. A programação do Estado contou com 16 atrações nacionais e mais de 50 atrações locais, nos cinco dias de festa.

Passaram por São Luís: Gustavo Lima, Zé Vaqueiro, Chiclete com Banana, Wesley Safadão, Cláudia Leite, É O Tchan, dentre outras atrações nacionais.

“O nosso estado vem ganhando ainda mais destaque e valorização. O Carnaval do Maranhão 2024 certamente já entrou para a história! Muito feliz em poder contribuir para que o nosso estado seja referência em grandes eventos”, postou o secretário de Estado da Cultura, Yuri Arruda.

A festa realizada pelo Governo do Estado recebeu incentivo da iniciativa privada por meio da lei de incentivo à Cultura.

Bloco de Genésio coloca Segundo no chinelo em Pinheiro

Por Luís Pablo Política
 

Os Canelas Cinzentos x Vem Com Nóis

“Os Canelas Cinzentos 2024” animaram e contagiaram os foliões de Pinheiro-MA. As ruas ficaram lotadas.

O bloco foi comandado pelo prefeito Luciano Genésio, que mostrou sua força e favoritismo entre os pinheirenses. O gestor curtiu a folia no meio da multidão.

Em outro ponto da cidade, o bloco “Vem Com Nóis 2024” ficou esvaziado e desanimado. A diferença entre as duas atrações foi gritante.

O “Vem Com Nóis” é promovido pelo deputado estadual João Batista Segundo, pré-candidato a prefeito de Pinheiro.