Ponto facultativo do Carnaval ficará a critério dos municípios

Por Luís Pablo Política
 

Decreto foi publicado nesta sexta-feira (22)

O decreto do Governo Estadual, publicado nesta sexta-feira (22), que suspende as comemorações do carnaval deste ano, tanto em ambiente público quanto fechado, deixa a critérios dos municípios decretarem ponto facultativo ou não.

“No âmbito do serviço público de cada município, prevalecem leis ou decretos locais sobre pontos facultativos, vedada a realização de eventos relativos ao Carnaval”, aponta o decreto.

Com relação ao serviço público estadual, a deliberação sobre o ponto facultativo na segunda e na terça-feira de Carnaval será feita posteriormente, levando em consideração a evolução do quadro sanitário.

Irregularidades no Samu de Presidente Dutra estão sendo investigadas pelo MP

Por Luís Pablo Política
 

A Promotoria determinou diversas diligências

O Ministério Público está apurando supostas irregularidades no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município de Presidente Dutra.

A investigação começou com a abertura de uma Notícia Fato, que foi convertida em Procedimento Administrativo devido a necessidade de reunir elementos suficientes para adoção de providências cabíveis.

O promotor titular da 1ª Promotoria de Justiça de Presidente Dutra, Clodoaldo Nascimento Araújo, é o responsável pelo procedimento.

 

 

“Não aglomerar é a melhor solução”, diz Procurador-Geral de Justiça em relação ao cancelamento das festas de carnaval

Por Luís Pablo Política
 

As festividades de carnaval estão oficialmente canceladas no Maranhão, bem como o ponto facultativo do feriado. O Governo do Estado publicou, nesta sexta (22), a determinação no Diário Oficial. O Ministério Público já havia solicitado o cancelamento das festas nos municípios maranhenses para evitar aglomerações e o aumento no número de casos da Covid-19.

O procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau, informou que todos os prefeitos maranhenses estão conscientes sobre a decisão e baixando atos municipais proibindo os eventos e a liberação das licenças.

“Determinamos a todos que não façam festas. Todos os prefeitos já receberam o nosso comunicado formal para que não haja nenhum tipo de aglomeração, nem licença pública nem privada. Nós não queremos aumentar o número de mortes aqui no Maranhão. Estamos bem, e precisamos ficar bem até o final da vacinação. Não aglomerar é a melhor solução ainda, antes da vacina”, pontuou o procurador-geral.

Na manhã desta sexta-feira (22), o procurador-geral esteve reunido com o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, e representantes da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) para alinhar nota pública sobre o cancelamento das festas.

Flávio Dino deve anunciar mais mudanças no secretariado

Por Luís Pablo Política
 

Mudanças devem ser anunciadas até o fim deste mês

Mais mudanças estão previstas para o Governo do Estado. No último dia 11, tomaram posse os novos representantes da Secretaria das Cidades (Secid), Secretaria Extraordinária de Articulação das Políticas Públicas (Seepp), Secretaria de Agricultura Familiar (SAF) e da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (AGERP).

A primeira grande mudança do ano havia sido anuncia pelo governador Flávio Dino ainda no mês de dezembro. Com as mudanças, a Secid passou a ser comandada pelo deputado federal Márcio Jerry (PCdoB); a Secap pelo deputado federal Rubens Pereira Jr. (PCdoB); a SAF por Rodrigo Lago; e a AGERP por Júlio Mendonça.

As novas alterações devem acontecer nas secretarias de Comunicação (Secom), que foi desmembrada da Articulação Política, e de Cultura (Sec). Os nomes mais cotados são do jornalista Ricardo Capelli para a Secom, e do ex-vereador Honorato Fernandes para a Sec. O anúncio deve ser feito na próxima semana pelo governador Flávio Dino.

Maranhão sem carnaval; decreto deve ser publicado nesta sexta-feira

Por Luís Pablo Política
 

Medida é para conter o avanço da Covid-19

Devido à pandemia do novo coronavírus, não haverá as tradicionais festas de carnaval no Maranhão. Deve ser publicado, nesta sexta-feira (22), o decreto do Governo do Estado proibindo os eventos e cancelando o ponto facultativo do feriado.

O governador Flávio Dino conversou com os prefeitos maranhenses, e a maioria concordou que não há possiblidades de comemorar o carnaval nesse momento de pandemia.

Já havia uma Recomendação do Ministério Público aos municípios maranhenses para que não realizassem as festividades do carnaval, para evitar aglomerações e a proliferação da Covid-19. O MP tem recomendado a suspensão de eventos em várias cidades, como medida de prevenção ao novo coronavírus.

Toca Serra acata Recomendação do MP e adia show de Wesley Safadão

Por Luís Pablo Política
 

Evento deve acontecer em novembro

O prefeito de Pedro do Rosário, Toca Serra, acatou a Recomendação do Ministério Público e adiou o show de Wesley Safadão, que estava previsto para o dia 4 de fevereiro, para o mês de novembro.

A orientação do MP leva em consideração os decretos do Governo do Estado a respeito das aglomerações e medidas contra a Covid-19. O documento foi enviado no último dia 14 ao prefeito Toca Serra e à produtora do evento. A Recomendação é assinada pela promotora Linda Luz Matos.

“O momento não é oportuno, haja vista que ainda estamos vivendo uma pandemia provocada pelo novo coronavírus, que já ceifou milhares de vida em todo o mundo. Nosso evento vai ser adiado para novembro. Até lá temos fé em Deus que estaremos em um momento mais tranquilo em relação à doença. A vacina já chegou e a esperança também”, frisou Toca Serra.

Álvaro Pires visita Unidade Mista do São Bernardo

Por Luís Pablo Política
 

O vereador conheceu as instalações da unidade

O vereador Álvaro Pires visitou a Unidade Mista do São Bernardo nessa quarta-feira (20). Na ocasião, o vereador conferiu as instalações do hospital, que serve de retaguarda para o Socorrão II no atendimento de traumas e outras demandas.

O vereador foi recebido pelas gestoras Leila e Priscila, que mostraram as instalações da unidade e colocaram algumas demandas na pauta. “Apesar de sermos a maior e melhor equipada unidade mista, sempre precisamos de recursos para mantermos os serviços. A demanda não para”, disse a diretora Priscila Marques.

Álvaro Pires ouviu atentamente as demandas

Álvaro Pires disse que vai fazer o que tiver a seu alcance para fortalecer o serviço oferecido pela unidade. “É importante conhecer e acompanhar o dia a dia da população. Meu mandato é pra ser exercido na rua, vivenciando essa realidade. Saúde é direito de todos, e o que eu puder fazer não só por esta, mas outras unidades de saúde, eu farei. Meu mandato é para toda São Luís”, frisou o vereador.

DENÚNCIA! Profissionais da saúde contratados pela Prefeitura de São Luís padecem com atraso de pagamento

Por Luís Pablo Política
 

O site do Luís Pablo recebeu uma denúncia de profissionais da saúde contratados pela Prefeitura de São Luís, que estão com salários atrasados. De acordo com o relato, a Prefeitura garantiu que o pagamento cairia nesta quarta-feira (20), mas até o momento as contas destes profissionais continuam zeradas.

Segundo a denúncia, o último salário que enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de higiene bucal e outros profissionais da saúde receberam foi dia 30 de novembro. O pior é que mesmo sem o pagamento em dia, os profissionais precisam continuar trabalhando.

Eles alegam que em dezembro nem tiveram o recesso de fim de ano, e trabalharam normalmente. As cobranças por parte da prefeitura são enormes, principalmente, nesse momento do início da vacinação contra a Covid-19. O que esses profissionais querem é receber os valores que lhes são de direito. Eles trabalharam, e precisam receber o dinheiro para sobreviver.

“Sexta-feira teve uma reunião quanto à campanha da vacina com a superintendente, e ela havia garantido que o salário cairia hoje, porém não caiu. As diretoras das unidades estão colocando falta nos funcionários que estão faltando, mas muitos estão sem dinheiro para passagem e/ou combustível. Ninguém dá uma resposta concreta para nós”, denuncia um profissional.

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS! Governo inicia vacinação contra Covid-19, mas não acaba com aglomeração em shows

Por Luís Pablo Política
 
Show promete aglomeração em São Luís

Show promete aglomeração em São Luís

É, no mínimo, contraditório a realização de shows em São Luís nesse momento que todos os esforços estão voltados para a vacinação contra a Covid-19. Na última segunda-feira (18), o Governo do Estado recebeu o primeiro lote das doses da Coronavac, e logo em seguida iniciou a imunização dos primeiros maranhenses.

Mesmo diante desse cenário, está programado um show em São Luís para o próximo sábado (23), com a participação de Tarcísio do Acordeon e Pisadinha de Luxo. A divulgação está sendo realizada pelas redes sociais.

Se não houver uma intervenção por parte do Ministério Público Estadual, o show deve acontecer normalmente, e reunir um número grande de pessoas; o que é um risco enorme diante da pandemia da Covid-19 que ainda enfrentamos.

São Luís tem uma população de mais de um milhão e cem mil pessoas, mas apenas 18.266 pessoas devem ser imunizadas nessa primeira etapa. Uma parcela mínima vai ser vacinada, o que nos faz refletir que as recomendações sanitárias ainda devem ser obedecidas, a fim de evitar o alastramento da doença, que vem registrando aumento de casos em todo o mundo.

Diante da gravidade do cenário atual, promover festinhas é um ato irresponsável e perigoso. O distanciamento social ainda é uma das maneiras mais eficazes de coibir o contágio da Covid-19. Lamentável a autorização desse evento em São Luís.

Show de Vitor Fernandes pode ser cancelado em Imperatriz

Por Luís Pablo Política
 

O show do cantor Vitor Fernandes agendado para o próximo dia 28, no município de Imperatriz, pode ser cancelado. Isso porque o Ministério Público encaminhou uma Recomendação à prefeitura do referido município e ao sócio da produtora do evento pedindo o cancelamento do evento.

O Ministério Público quer evitar aglomerações durante o período em que vigorar a situação emergencial de calamidade pública decorrente da pandemia da Covid-19. O documento foi assinado pelo promotor de Justiça, Thiago de Oliveira Costa Pires.

A princípio, o show estava previsto para acontecer no município de João Lisboa, mas foi impedido. Com isso, foi transferido para a cidade de Imperatriz. O evento está sendo organizado pela empresa TLX Produções Artísticas, que tem como sócio Tiago Lima da Silva.

O MP afirmou que não há protocolo que permita a realização do referido evento artístico promovido pela empresa em Imperatriz, o qual se enquadra como evento de grande porte, com público superior a 150 pessoas.

O promotor de Justiça pediu ainda que o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, suspenda qualquer programação que gere aglomeração de pessoas no município, e que suspenda a emissão de alvarás autorizando tais eventos.