“Vou votar em Othelino”, diz Ricardo Rios sobre eleição à Presidência da Assembleia

Por Luís Pablo Política
 
Ricardo Rios e Othelino Neto

Ricardo Rios e Othelino Neto

O deputado estadual e 1º secretário da Assembleia Legislativa, Ricardo Rios (PDT), já definiu seu voto sobre a eleição da Presidência do Poder Legislativo.

Em conversa com o titular do Blog do Luís Pablo, o parlamentar foi taxativo: “vou votar em Othelino. Assim como o saudoso Humberto Coutinho, Othelino também conduziu perfeitamente os trabalhos da Casa”.

A eleição da Mesa Diretora da Assembleia, composta pelo presidente e mais oito parlamentares, ocorrerá no dia 1 de fevereiro de 2019, quando os deputados eleitos e reeleitos serão empossados.

PDT terá maior bancada de deputados na Assembleia Legislativa do Maranhão

Por Luís Pablo Política
 
Sessão plenária da Assembleia Legislativa do Maranhão (AL-MA)

Sessão plenária da Assembleia Legislativa do Maranhão (AL-MA)

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) vai contar a partir de fevereiro de 2019 com a inclusão de sete deputados estaduais na Assembleia Legislativa do Maranhão. Será a maior bancada apresentada no próximo ano dentro do parlamento.

O PDT vai apresentar três novos deputados e mais quatro que foram reeleitos nas eleições ocorridas em 2018 no estado. Ao todo, os sete deputados do PDT receberam 317.794 votos.

Em seguida, a Assembleia Legislativa vai ter como a segunda maior bancada deputados do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), que em 2019 vai reunir seis membros, sendo dois novos e quatro que conseguiram se reeleger. A terceira maior bancada será a dos Democratas (DEM) com cinco deputados. São dois novos e três reeleitos no DEM.

A lista segue com o Partido da República (PR), Solidariedade e Partido Verde (PV) com três deputados. Partido Progressista (PP), Partido Socialista Brasileiro (PSB), Partido do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) conseguiram eleger dois deputados, enquanto o Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Social Liberal (PSL), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Partido Republicano da Ordem Social (Pros), Partido da Mobilização Nacional (PMN), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Partido dos Trabalhadores (PT) elegeram apenas um.

Na Câmara dos Deputados, quatro partidos terão dois deputados: PR, PMN, PCdoB e MDB. Outros dez partidos conseguiram eleger um deputado cada: PTB, PSD, Podemos, PP, PRB, PSB, DEM, Patriotas, PT e PDT.

No Senado, nos próximos oito anos o Maranhão será representado pelo PDT com Weverton Rocha e o Partido Popular Socialista (PPS) com Eliziane Gama, além de Roberto Rocha, do PSDB que terá mais quatro anos de mandato.

(Com informações do G1MA)

Edilázio é eleito com mais de 106 mil votos e agradece ao povo maranhense

Por Luís Pablo Política
 

O deputado estadual Edilázio Júnior obteve votação expressiva e se elegeu deputado federal após a conclusão da apuração dos votos válidos pela Justiça Eleitoral em todo o Maranhão.

Ao todo, o parlamentar obteve 106.576 votos. Ele foi o sétimo candidato de maior votação do estado para a Câmara Federal.

Deputado estadual por dois mandatos consecutivos e um dos parlamentares de maior produtividade na Assembleia Legislativa, Edilázio afirmou que manterá o seu trabalho com uma atuação municipalista e em prol do desenvolvimento do estado.

Ele agradeceu o eleitorado pela expressiva votação obtida ontem e reafirmou o seu compromisso de luta por todas as regiões do estado.

“Quero agradecer ao povo maranhense que reconheceu todo o trabalho que temos realizado na Assembleia Legislativa, e me conferiu mais uma oportunidade de representá-lo, agora, na Câmara Federal. Vou honrar cada um dos mais de 106 mil votos e continuar lutando pelo nosso estado”, disse.

Edilázio assume mandato na Câmara Federal em fevereiro de 2019.

Dólar cai e volta a R$3,76 com investidores animados com Bolsonaro

Por Luís Pablo Brasil
 
Votação de Jair Bolsonaro tem influência na queda do Dólar, que recuou 2,35%, a R$ 3,7662 na venda

Votação de Jair Bolsonaro tem influência na queda do Dólar, que recuou 2,35%, a R$ 3,7662 na venda

O dólar terminou em forte queda e na casa de 3,76 reais nesta segunda-feira, com os investidores confiantes na vitória de Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições à Presidência, que ocorrerá no dia 28.

O candidato teve uma votação expressiva no domingo e ainda garantiu a segunda maior bancada na Câmara dos Deputados.

O dólar recuou 2,35 por cento, a 3,7662 reais na venda, menor patamar desde os 3,7658 reais de 8 de agosto. Foi a maior queda percentual desde o recuo de 5,59 por cento de 8 de junho passado.

Na mínima, a moeda chegou a tocar os 3,7094 reais. O dólar futuro tinha queda de cerca de 2 por cento. (Com informações do site Exame)

Supremo aceita queixa-crime contra Roberto Rocha por ter chamado Weverton e Carlos Lupi de casal

Por Luís Pablo Polícia / Política
 
Weverton Rocha e Carlos Lupi são alvos de difamação de Roberto Rocha

Weverton Rocha e Carlos Lupi são alvos de difamação de Roberto Rocha

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta terça-feira (9) a queixa-crime apresentada contra o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) por ele ter dito que dois políticos do PDT formam um casal. Relembre o caso aqui.

Com isso, o fato será apurado e, ao final das investigações, se a maioria da Primeira Turma considerar que há elementos para processar o senador, será aberta uma ação penal e Roberto Rocha responderá na condição de réu.

Segundo a defesa do senador, a queixa-crime é preconceituosa e busca criminalizar a caracterização de uma pessoa como homossexual.

“É de estarrecer, na medida em que Vossa Excelência e o Supremo Tribunal Federal (STF), estão sendo provocados a decidir, no âmbito criminal, a um impulso de vaidade pessoal com relação a imagem social que a Requerente ostenta de si próprio e por ter se sentido traída, buscando em virtude desse sentimento uma condenação penal em desfavor daquele que ensejou o seu desprazer”, afirmou a defesa.

Em dezembro do ano passado, Roberto Rocha disse no Twitter que o deputado Weverton Rocha (PDT-MA) e o presidente do PDT, Carlos Lupi, são um casal.

“Não entendo o motivo dos constantes ataques que me fazem os pedetistas, Lupi e Weverton. Logo eu que sempre torci pela felicidade do casal”, publicou o senador na rede social.

Diante do conteúdo publicado, a mulher de Weverton Rocha apresentou a queixa-crime alegando ofensa à honra da família.

“O senador da República faz crer que Weverton manteria com Carlos Lupi relacionamento amoroso, em total desrespeito aos votos conjugais mantidos com a peticionária. A expressão ‘o casal’, manejada por Roberto Rocha, atinge a honra de toda a família do Deputado Federal, em especial ofende o relacionamento que ele mantém com a sua esposa, ora querelante”, diz a queixa-crime.

Inicialmente analisada pelo relator, Luiz Fux, a queixa-crime foi rejeitada. Para o ministro, a mulher do deputado Weverton Rocha não é parte legítima para propor a ação.

A defesa dela, então, recorreu e, nesta terça, por 3 votos a 2, os ministros da Primeira Turma decidiram dar seguimento às apurações.

“Neste caso especifico, há uma imputação de traição. Ou seja, a mulher se sentiu ofendida por ela [a mensagem], e não pelo marido”, afirmou o presidente da Turma, Alexandre de Moraes.

Para o ministro, o STF estaria criando uma diferenciação entre homens e mulheres se não permitisse a Samya entrar com a ação.

“O que entendo […] é que, diferentemente do homem, que é chamado de corno, e ele tem direito a entrar com a queixa crime, a mulher não tem direito a entrar com a queixa-crime? Nós estaríamos criando uma diferenciação”, disse. Ele foi seguido por Rosa Weber e Marco Aurélio Mello.

Já para Luís Roberto Barroso, a mensagem buscava ofender pelo caráter homossexual do relacionamento entre Weverton e Lupi, não sendo uma referência a uma traição, cuja vítima seria Samya.

“Aqui eu não acho que tenha menção à esposa nem intenção de alcançar a esposa. Por esta razão, também estou entendendo falta legitimidade ativa”, afirmou o ministro.

PM que agrediu funcionário público é indiciado por tentativa de homicídio

Por Luís Pablo Polícia
 
PM que agrediu funcionário público em São Luís é indiciado

PM que agrediu funcionário público em São Luís é indiciado

O policial Eduardo da Luz Soares que agrediu o servidor público Anderson Pereira da Silva em um posto de combustível em São Luís, foi indiciado pela Polícia Militar por tentativa de homicídio. O inquérito da Polícia Civil também indiciou o enfermeiro Bruno Olavo Pinto, que aparece nas imagens agredindo a vítima junto com o PM.

O inquérito que investigava a agressão foi concluído esta semana e por determinação judicial, o PM deve continuar preso preventivamente no Comando-Geral da Polícia Militar na capital. O enfermeiro não chegou a ser preso, mas prestou depoimento duas vezes e deve responder o processo em liberdade.

O caso aconteceu no dia 24 de setembro, em um posto de combustível no bairro Cohab em São Luís. Câmeras de segurança da loja de conveniência registram o policial que estava armado, agredindo o funcionário público Anderson Pereira da Silva. Nas imagens, enquanto o PM continua as agressões, o enfermeiro dá uma rasteira e em seguida, os dois começam uma série de chutes na vítima. Por fim, o policial atira três vezes e acerta Anderson no pé.

Servidor Anderson Pereira teve alta hospitalar e pede por justiça

Servidor Anderson Pereira teve alta hospitalar e pede por justiça

De acordo com as investigações, antes dessa confusão no posto de combustível, o policial Eduardo da Luz Soares já havia disparado na direção de mais uma pessoa em outro bar, no mesmo bairro. O tiro acerto no violão de um músico e na camisa de um cliente do bar. As vítimas e testemunhas denunciaram o caso depois que a polícia já havia prendido o PM.

“Segundo ele, quem fez a revista foi o Bruno. O policial portava a arma de fogo, o ameaçou com essa arma, inclusive o agrediu com uma coronhada na cabeça, mostrou a lesão e foi submetido a corpo de delito para materializar essa prova. Nos dois eventos nós chegamos a conlcusão, depois de ouvir todas as testemunhas, reunir todas as provas nos autos, que houve a tentativa de ceifar a vida das vítimas”, afirmou o delegado Carlos Alessandro.

Bruno Olavo Pinto prestou depoimento na tarde desta segunda (1º) em São Luís

Bruno Olavo Pinto prestou depoimento na tarde desta segunda (1º) em São Luís

Veja lista de sorteados para casas do ‘Minha Casa, Minha Vida’ em São Luís

Por Luís Pablo Maranhão
 

A Prefeitura de São Luís realizou nesta terça-feira (09) o primeiro sorteio das novas unidades habitacionais do programa federal ‘Minha Casa, Minha Vida’ para pessoas inscritas e habilitadas no último Cadastro Habitacional de Interesse Social efetuado pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh).

Na primeira etapa foram sorteadas 2.176 casas dos residenciais Morada do Sol I e II, localizados no Maracanã. Veja aqui a lista com o nome dos contemplados.

O sorteio ocorreu na sede da Central de Atendimento da Habitação com a presença de representantes da Semurh, de órgãos afins à área habitacional e de populares habilitados para o sorteio.

O sorteio também foi acompanhado pelos membros do Conselho da Cidade, José Francisco Diniz, Lílian Porto e Josuel Silvestre; o defensor público, Marcos Patrício Monteiro; e o auditor de Controle Interno do Município, Fernando Carlos Machado.

“Nós acompanhamos de perto todo o processo, avaliando as normas e o andamento do certame, em reuniões mensais do colegiado, o que nos permitiu verificar a lisura do processo de sorteio das unidades habitacionais”, afirmou o membro do Conselho da Cidade, José Francisco Diniz.

Segundo a Prefeitura de São Luís, os residenciais Morada do Sol I e II contam com um total 2.176 casas com 42,87 m² de área privativa, compostas por dois dormitórios, sala, banheiro, cozinha e lavanderia integrada. O habitacional dispõe ainda de equipamentos urbanos como uma unidade básica de saúde, creche e uma escola com 12 salas de ensino fundamental.

Veja a relação dos suplentes de deputado estadual e federal no Maranhão

Por Luís Pablo Política
 

SUPLÊNCIA DO CHAPÃO (PCdoB / PRB / PPS / SD / PROS / PTC / PTB / PSB / DEM / AVA / PPL)

1° – EDIVALDO HOLANDA PTC (32.916 votos)

2° – HEMETERIO WEBA PP (votação não computada)

3° – ARISTON AVA (31.314 votos)

4° – ZITO ROLIM PDT (30.647 votos)

5° – VALÉRIA MACEDO PDT (29.650 votos)

6° – BELEZINHA PR (28.793 votos)

7° – RAIMUNDO CUTRIM PCdoB (26.403 votos)

8° – FRANCISCA PRIMO PCdoB (25.748 votos)

9° – AUGUSTO DE JESUS PRB (24.093 votos)

10° – SERGIO FROTA PR (23.331 votos)

11° – JUNIOR VERDE PRB (21.641 votos)

12° – KLEBER TRATORZÃO PP (20.869 votos)

13° – ROGERIO CAFETEIRA DEM (18.754 votos)

14° – MANOEL RIBEIRO PRB (16.836 votos)

15° – DR. LEVI PONTES PCdoB (16.646 votos)

COLIGAÇÃO (MDB / PV / PSD / PSC / PMB / PRP)

1° – SOCORRO WAQUIM MDB (19.521 votos)

2° – LEO CUNHA PSC (17.543 votos)

3° – ANDREA MURAD PRP (17.233 votos)

4° – BARBARA SOEIRO PSC (16.470 votos)

5° – FATIMA AVELINO MDB (11.701 votos)

6° – SOLINEY SILVA MDB (11.486 votos)

7° – CORONEL EGIDIO MDB (7.431 votos)

8° – ISAAC DIAS FILHO MDB (4.654 votos)

COLIGAÇÃO (SOLIDARIEDADE / PATRIOTA)

1° – FABIO BRAGA SD (28.973 votos)

2° – TOCA SERRA PATRI (24.230 votos)

3° – JOTA PINTO PATRI (24.185 votos)

4° – SERGIO VIEIRA SD (19.537 votos)

5° – MARLEIDY BERNABE PATRI (14.575 votos)

6° – CABO CAMPOS PATRI (8.714 votos)

7° – DR. AIRTON SD (6.861 votos)

8° – CORONEL PEREIRA SD (6.202 votos)

COLIGAÇÃO (PTB / PROS / PPS / PPL)

1° – MARCOS CALDAS PTB (27.322 votos)

2° – DRª SÔNIA PTB (6.435 votos)

3° – CÂNDIDO DE MADUREIRA PTB (5.393 votos)

4° – DR MAURO CÉSAR PTB (3.551 votos)

5° – HENRIQUE VIGILANTE PPL (3.028 votos)

COLIGAÇÃO (PMN / PHS)

1° – PASTOR RIBINHA PMN (14.638 votos)

2° – ROSE SALES PMN (9.966 votos)

3° – SOLDADO LEITE PMN (8.130 votos)

4° – PR. ALEX PMN (6.106 votos)

5° – HENRIQUE JÚNIOR PMN (5.950 votos)

SUPLÊNCIA DO PRTB QUE SAIU SOZINHO

1° – BETEL GOMES PRTB (21.687 votos)

2° – MARCIAL LIMA PRTB (20.669 votos)

3° – DR. GUTEMBERG PRTB (11.133 votos)

SUPLÊNCIA DO PSL QUE SAIU SOZINHO

1° – BINÉ FIGUEIREDO PSL (NÃO FOI COMPUTADO)

2° – FABIO CÂMARA PSL (14.838 votos)

3° – MARIANA CARVALHO PSL (13.781 votos)

4° – TENENTE MAURO PSL (7.582 votos)

SUPLÊNCIA DO PT QUE SAIU SOZINHO

1° – LUIZ HENRIQUE LULA DA SILVA PT (18.722 votos)

2° – HONORATO PT (16.799 votos)

3° – AURELIO PT (15.176 votos)

SUPLÊNCIA DO PSDB QUE SAIU SOZINHO

1° – GUILHERME PAZ PSDB (20.390 votos)

2° – ANTUNES MACÊDO PSDB (6.010 votos)

3° – DR. BENTIVI PSDB (2.616 votos)

RELAÇÃO DOS DEPUTADOS FEDERAIS

SUPLÊNCIA DO CHAPÃO (PCdoB / PRB / PPS / SOLIDARIEDADE / PROS / PTC / PTB / PSB / DEM / AVANTE / PPL)

1° – SIMPLÍCIO ARAÚJO SD (74.058 votos)

2° – GASTÃO VIEIRA PROS (57.864 votos)

3° – DR.ELIZABETH GONÇALO AVA (56.108 votos)

4° – LEANDRO BELLO DEM (12.873 votos)

5° – JACONIAS MORAES PROS (10.979 votos)

COLIGAÇÃO (PDT / PP / PR / PATRI)

1° – PAULO MARINHO JUNIOR PP (55.755 votos)

2° – DEOCLIDES MACEDO PDT (39.328 votos)

3° – ILDON MARQUES PP (37.558 votos)

4° – JULIÃO AMIN PDT (31.537 votos)

5° – DAVI ALVES SILVA JUNIOR PR (27.605 votos)

COLIGAÇÃO (MDB / PV / PSD / PSC / PMB / PRP)

1° – WOLMER ARAUJO PV (64.619 votos)

2° – VICTOR MENDES MDB (61.136 votos)

3° – LUANA COSTA PSC (31.966 votos)

4° – RICARDO MURAD PRP (NÃO FOI COMPUTADO)

5° – DR. DANIEL FIIM PV (22.400 votos)

6° – TRINCHÃO PSD (16.175 votos)

COLIGAÇÃO (PMN / PHS)

1° – JOSIVALDO JP PHS (23.113 votos)

2° – PROF. SÁ MARQUES PHS (23.050 votos)

3° – JARDEL BOMJARDIM PHS (17.256 votos)

4° – EDUARDO SÁ PHS (9.252 votos)

COLIGAÇÃO (PSDB / REDE / PODE / DC)

1° – Sebastião Madeira (34.821 votos)

2° – WALDIR MARANHÃO PSDB (21.254 votos)

3° – CHIQUINHO PSDB (8.273 votos)

4° – FRAZÃO OLIVEIRA REDE (4.451 votos)

SUPLÊNCIA DO PT QUE SAIU SOZINHO

1° – DR. ZE FRANCISCO PT (14.456 votos)

2° – DR. ORLANDO PT (9.963 votos)

3° – MONTEIRO PT (9.390 votos)

Reflexo da gestão de Fábio Gentil faz Zé Gentil ter votação histórica em Caxias

Por Luís Pablo Política
 
Pai e filho se emocionam com a vitória nas urnas

Pai e filho se emocionam com a vitória nas urnas

A votação do deputado estadual eleito Zé Gentil (PRB) entrou para a história política do município de Caxias-MA. Ele ultrapassou a marca do ex-líder político Humberto Coutinho (já falecido), que teve 26.414 votos nas eleições de 2014.

Gentil obteve 31.487 votos em Caxias e no geral teve 62.351. A votação expressiva no município foi reflexo da gestão do filho, Fábio Gentil.

Fábio Gentil ao lado do pai Zé Gentil

Fábio Gentil ao lado do pai Zé Gentil

O apoio incondicional do prefeito Fábio Gentil e sua força política em Caxias foram preponderantes para eleger o pai deputado.

Zé Gentil volta a ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa com o peso da votação que obteve e também com a experiência por já ter exercido 3 mandatos de deputado estadual.

Luciano mostra força e decreta o fim de Filuca Mendes em Pinheiro

Por Luís Pablo Política
 
Fufuca, Luciano e Thaiza Hortegal

Fufuca, Luciano e Thaiza Hortegal

O prefeito de Pinheiro-MA, Luciano Genésio (PP), mostrou força no resultado das eleições de domingo (7) e decretou o fim a era do grupo do ex-prefeito Filuca Mendes.

Filuca saiu derrotada com todos os seus candidatos, não conseguindo nem mesmo reeleger o filho Victor Mendes à Câmara Federal. Sua candidata ao governo Roseana Sarney e seus candidatos ao Senado Sarney Filho e Edison Lobão também foram derrotados.

Luciano elegeu sua esposa ao cargo de deputada estadual Thaiza Hortegal com 51.895 votos. Só em Pinheiro, Thaiza obteve 13.372 votos. O prefeito também deu uma grande votação para o deputado federal André Fufuca, que se reelegeu e só não foi o mais votada na cidade por causa do deputado Waldir Maranhão que acabou atrapalhando devido sua relação também com Luciano.

O município de Pinheiro amanheceu com a página virada para escrever uma nova história sob o comando do jovem prefeito Luciano Genésio: agora o único líder político da cidade.