Polícia prende 4 suspeitos de matar prefeito de Davinópolis

Por Luís Pablo Crime / Política
 

Ivanildo Paiva (PRB), prefeito de Davinopólis é encontrado morto no Maranhão

Ivanildo Paiva (PRB), prefeito de Davinopólis é encontrado morto no Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão prendeu, na manhã desta quarta-feira (11), quatro suspeitos de matar de Ivanildo Paiva (PRB), que era prefeito de Davinópolis, no dia 11 de novembro, na zona rural do município. A cidade onde aconteceu o crime fica distante 663 km de São Luís.

A operação cumpre mandados de busca e apreensão e prisão nas cidades de Barra do Corda, Grajaú e Imperatriz, no Maranhão, e Dom Elizeu, no Pará. Entre os presos, até o momento, estão dois policiais.

Os presos são Francisco de Assis Bezerra Soares, conhecido como “Tita”, que é policial militar no Pará e foi preso em Dom Elizeu; José Denilton Guimarães, conhecido como “Boca Rica”, que é mecânico; Willame Nascimento da Silva, policial militar do Maranhão lotado em Grajaú, e Jean Dearlen dos Santos, o “Jean Listrado”, que segundo as investigações é pistoleiro. Outros dois mandados de prisão ainda estão em aberto, portanto seis pessoas devem ser presas ao fim da operação.

Tita e José Guimarães, segundo a polícia, foram os responsáveis pela articulação para a contratação dos assassinos. E segundo a Polícia Civil, Jean Listrado e Willame da Silva foram chamados para serem os executores.

As prisões desta terça-feira (11) são a primeira parte da operação, que visa prender os envolvidos na execução do crime. Na sequência, com os depoimentos deles, a polícia pretende chegar aos mandantes e entender a motivação do homicídio. A operação policial coincide com a data que marca um mês da morte de Ivanildo.

Morte de Ivanildo Paiva

Polícia Civil encontrou projéteis em plantação onde corpo de Ivanildo Paiva foi encontrado e confirmou morte no local

Polícia Civil encontrou projéteis em plantação onde corpo de Ivanildo Paiva foi encontrado e confirmou morte no local

De acordo com as investigações policiais, no corpo de Ivanildo haviam marcas de tortura e cerca de sete disparos causados por arma de fogo. O delegado regional de Imperatriz, Eduardo Galvão, também diz que o prefeito informou à família que iria dormir na fazenda, onde ele costumava ir para descansar.

O corpo de Ivanildo Paiva foi sepultado na manhã do dia 13 de novembro, no Cemitério Campo da Saudade, em Imperatriz, a 626 km de São Luís. O carro do prefeito foi encontrado abandonado na BR-010, ao lado da mata do 50 BIS, em Imperatriz. Após o crime, as investigações apontam que o crime foi planejado e com um mandante.

A polícia também já descartou a hipótese da morte ter sido na fazenda e divulgou o retrato falado de dois suspeitos do assassinato.

Após a morte de Ivanildo, José Rubem Firmo (PCdoB) tomou posse no cargo de prefeito de Davinópolis, em solenidade na Câmara Municipal da cidade no dia 13 de novembro.

I Seminário de Compras Governamentais de Barra do Corda

Por Luís Pablo Política
 

O município de Barra do Corda-MA, comandado pelo prefeito Eric Costa, irá realizar o I Seminário de Compras Governamentais.

As inscrições são gratuitas e com vagas limitadas. Os participantes irão receber emissão de certificado.

Qualquer dúvidas entre em contato pelo WathsApp (99 98105 2006) para falar com um dos colaboradores, que irá até o seu estabelecimento realizar a inscrição.

Famem orienta gestores sobre acúmulo de funções públicas

Por Luís Pablo Política
 

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) emitiu aos prefeitos e prefeitas recomendação acerca do acúmulo de cargos, empregos e funções públicas, de acordo com o que determina a Constituição Federal.

A medida contém uma série de decisões e entendimentos judiciais e visa o cumprimento da lei, além de evitar excessos nas administrações municipais.

O legislador constitucional entendeu que poderia haver em alguns casos a acumulação de cargos públicos, desde que houvesse compatibilidade de horários, prevendo expressamente somente algumas exceções.

Conforme disposto na própria Constituição Federal, é possível a acumulação de cargos, empregos e funções públicas, bem como de proventos de aposentadoria, somente os seguintes casos: dois cargos de professor; um cargo de professor com outro técnico ou científico; dois cargos e empregos privativos de profissionais de saúde, com profissões regulamentadas; um cargo de juiz com outro de magistério.; um cargo de membro do Ministério Público com outro de magistério; vereador mais outro cargo público.

Na situação específica de prefeito, após o mesmo já investido no mandato, o servidor deverá se afastar do seu cargo, emprego ou função, sendo-lhe facultado optar por uma das remunerações.

Quanto a vice-prefeito, é vedada, conforme ADI 199, de 1998, do Supremo Tribunal Federal (STF), a acumulação remunerada com qualquer outro cargo público como, por exemplo, o de secretário municipal.

Sendo vereador, e desde que haja compatibilidade de horários, o servidor receberá pelo cargo e também pelo mandato. Se houver incompatibilidade de horário, aplica-se a mesma regra do prefeito, devendo o parlamentar optar por uma das remunerações.

A recomendação divulgada, vale destacar, também orienta sobre várias outras funções, tais como agente comunitário de saúde, militares, biólogos, assistentes sociais, médicos veterinários, conselheiro tutelar dentre outros.

Prefeitos e prefeitas podem obter mais informações sobre o assunto deslocando-se à sede da entidade municipalista, localizada na Avenida dos Holandeses, no bairro do Calhau, ou através dos telefones 2109 5421/5400 – Departamento Jurídico.

Família procura adolescente de 17 anos desaparecido em festa no Maranhão

Por Luís Pablo Polícia
 

G1MA

José Jacinto da Conceição Filho foi visto pela última vez no dia 16 de novembro em uma festa em Junco do Maranhão

José Jacinto da Conceição Filho foi visto pela última vez no dia 16 de novembro em uma festa em Junco do Maranhão

Um adolescente de 17 anos está desaparecido desde o dia 16 de novembro. De acordo com informações, o adolescente José Jacinto da Conceição Filho foi visto pela última vez sendo retirado de uma festa em Junco do Maranhão. O jovem é natural do município de Maracaçumé, a 458 km de São Luís.

A Polícia Militar (PM) informou que o adolescente foi suspeito de promover uma baderna na festa de aniversário da cidade e por isso foi retirado do local por três policiais, mas até o momento não retornou para casa e não foi levado para a Delegacia Regional de Zé Doca.

A família procurou a polícia da cidade, mas foi informada que naquela noite não havia ocorrido nenhuma prisão, pois assim que constataram que José Jacinto era menor de idade, os policiais o liberaram.

As informações dadas pelos policiais estão sendo apuradas, pois a família não acredita na versão e temem pelo pior. A mãe de José, Francisca Maria Pereira, conta que até o momento não recebeu notícias sobre o andamento das investigações.

“Só falaram que eles iam fazer o trabalho deles, que iam localizar os policiais e até o momento não falaram nada para a gente. A gente só queria saber, pelo menos, o paradeiro dele que até agora a gente não sabe”, desabafou.

Parentes e conhecidos foram as ruas para cobrar o esclarecimento e em uma das manifestações chegaram a bloquear um trecho da BR-316. Depois da manifestação, circulou uma informação de que José Jacinto estaria preso em Centro Novo, cidade que também fica próxima a Maracaçumé.

Um grupo de pessoas chegou a invadir a delegacia e no local foi encontrado um celular que a família afirma ser do rapaz. De acordo com a irmã do adolescente, Jardane Pereira, o aparelho foi retirado da delegacia.

“Na mesma hora o delegado de Zé Doca veio e levaram o celular para fazer a perícia, mas até o momento ninguém deu respostas”, afirmou.

Por conta do tumulto que houve na delegacia de Centro Novo, duas pessoas acabaram presas e o delegado Regional de Zé Doca, Jader Alves, disse que estão sendo tomadas as providências para apurar o caso.

“As pessoas estavam pensando que aquele celular seria do desaparecido, mas nós colhemos as declarações na presença da mãe e da irmã do José e o celular está sendo encaminhado para São Luís para devidas perícias para que seja decidido através do que os peritos concluírem”, contou.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/MA) enviou uma equipe com um delegado e investigadores para Maracaçumé para dar continuidade do caso e, já foram colhidos depoimentos dos parentes e de colegas do adolescente, junto as imagens feitas, que ajudarão na identificação dos policiais militares.

Bolsonaro chega a Brasília para cerimônia de diplomação no TSE

Por Luís Pablo Política
 

G1

Bolsonaro chega a Brasília para cerimônia de diplomação no TSE

Bolsonaro chega a Brasília para cerimônia de diplomação no TSE

O presidente eleito Jair Bolsonaro desembarcou na manhã desta segunda-feira (10) na base aérea de Brasília. Ele viajou acompanhado da mulher, Michelle Bolsonaro, da filha Laura Bolsonaro, e do futuro ministro da economia, Paulo Guedes.

Ele retornou à capital federal para participar à tarde da cerimônia de diplomação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A entrega do diploma oficializa o resultado eleição e dá direito ao eleito de assumir o mandato para o qual concorreu.

Bolsonaro viajou em aeronave da Força Aérea Brasileira que decolou no início da manhã na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, e chegou a Brasília por volta das 11h30.

Desde a vitória na eleição, em 28 de outubro, o presidente mantém o hábito de passar parte da semana na capital federal para reuniões com políticos, autoridades, futuros ministros e integrantes da equipe de transição.

Bolsonaro retomará nos próximos dias as negociações com as bancadas de partidos, iniciadas na semana passada. Segundo a assessoria do governo de transição, entre terça (11) e quarta-feira (12) o presidente terá audiências com deputados do PSD, DEM, PSL, PP e PSB.

Diplomação

A cerimônia de diplomação de Bolsonaro e de seu vice, o general Hamilton Mourão, está prevista para as 16h no plenário do TSE.

Os dois receberão os diplomas e poderão tomar posse em 1º de janeiro para o mandato que irá de 2019 a 2022.

Bolsonaro venceu a eleição presidencial em segundo turno ao receber 57,7 milhões de votos, contra 47 milhões de Fernando Haddad, candidato do PT.

Segundo o TSE, na cerimônia desta segunda, há previsão de discursos de Bolsonaro e da atual presidente do tribunal, ministra Rosa Weber. Cerca de 700 pessoas foram convidadas para acompanhar a solenidade.

Na semana passada, o TSE aprovou com ressalvas as contas da campanha da chapa PSL-PRTB. Conforme a prestação entregue pelos advogados de Bolsonaro, a campanha arrecadou R$ 4,3 milhões e gastou R$ 2,8 milhões.

Relatório do Coaf

A diplomação de Bolsonaro no TSE ocorrerá em meio à repercussão do caso que envolveu um ex-assessor de seu filho, o deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

O nome de Fabrício José Carlos de Queiroz, que trabalhou no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), consta em um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

O órgão apontou movimentações bancárias consideradas “suspeitas” na conta de Queiroz. Ele movimentou mais de R$ 1,23 milhão entre 1º de janeiro de 2016 e 31 de janeiro de 2017.

O relatório também registrou um depósito de R$ 24 mil de Queiroz na conta bancária da futura primeira-dama, Michelle. Bolsonaro disse que o valor quitou parte de uma dívida de R$ 40 mil de Queiroz com o próprio presidente.

Agenda

Confira a previsão de agenda de Bolsonaro para segunda, terça e quarta-feira, de acordo com a assessoria do governo de transição.

Segunda-feira (10)

12h: almoço Granja do Torto
16h: cerimônia de diplomação no TSE

Terça-feira (11)

9h: encontro com representantes de polícias militares
10h: despachos internos
14h30: reunião com o governador eleito de Santa Catarina, comandante Moisés (PSL)
16h30: reunião com a bancada do PSD

Quarta-feira (12)

9h: visita ao Comando de Operações Táticas (COT) da Polícia Federal
11h: reunião com a bancada do DEM
12h: almoço da turma de 1977 da Aman no Clube do Exército
14h30: reunião com o governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB)
15h: reunião com a bancada do PSL
16h30: reunião com a bancada do PP
17h30: reunião com parlamentares do PSB

Bandidos fazem moradores reféns e roubam agência bancária no Maranhão

Por Luís Pablo Polícia
 

Bandidos fortemente armados invadiram na noite de domingo (9) a cidade de Arame, a 476 km de São Luís, fizeram moradores reféns e roubaram a agência do Bradesco.

Segundo as primeiras informações, os bandidos fecharam principais as ruas que dão acesso à entrada da cidade e começaram a atirar.

Durante o percurso até o banco, os criminosos pegaram alguns moradores como reféns e os fizeram como escudo.

Os bandidos explodiram o banco, atearam fogo na delegacia de Arame e após realizar o assalto eles fugiram com alguns moradores, que foram liberados horas depois. Os bandidos fugiram sem deixar pistas.

Assalto a banco no interior do estado

Este já é o terceiro assalto a banco no estado do Maranhão em menos de 20 dias. No último dia 25 de novembro uma ação criminosa assustou os moradores de Bacabal.

Além do assalto ao banco, os bandidos incendiaram viaturas e atacaram a sede do 15º Batalhão da Polícia Militar e a Delegacia Regional de Polícia Civil. Na ocasião, três integrantes da quadrilha foram mortos no confronto com a polícia e um suspeito foi preso.

Já na madrugada da quinta-feira (6) passada, criminosos atacaram a agência do Banco do Brasil da cidade de Humberto de Campos. Os caixas eletrônicos foram destruídos, assim como boa parte do prédio, mas o cofre da agência não foi levado.

Ninguém foi preso até o momento. Assim como em ataques a agências em outras cidades, a sede da 5ª Cia. da Polícia Militar foi atacada pelos bandidos.

Ladrão surdo-mudo anuncia assalto com bilhete, mas acaba preso

Por Luís Pablo Brasil
 

Site Metrópoles

Uma tentativa de assalto inusitada a um posto de combustível de Curitiba (PR) deixou a polícia do estado em alerta. Um homem surdo entrou no estabelecimento e anunciou o roubo com um bilhete, que foi entregue ao caixa.

O pedaço de papel dizia: “Fique quieto. Não mexe. Eu tenho uma arma aqui na cintura. Passa dinheiro rápido. Eu não quero mostra arma. Quieto (sic)”.

A atendente ficou assustada e se afastou do rapaz para chamar do gerente. Outros funcionários do local conseguiram imobilizar o assaltante e chamaram a polícia.

Ao ser pego pelos policiais militares, constatou-se que o rapaz não estava armado. Na delegacia, segundo a Tribuna do Paraná, foi preciso uma intérprete para entender o ladrão. O homem já conseguiu assaltar outros três locais com a mesma tática.

Deputado eleito Júnior Lourenço já cumpre agenda política em Brasília

Por Luís Pablo Política
 
Deputado federal eleito Júnior Lourenço ao lado do presidente eleito Jair Bolsonaro

Deputado federal eleito Júnior Lourenço ao lado do presidente eleito Jair Bolsonaro

A bancada do PR na Câmara Federal se reuniu no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília, com o presidente eleito Jair Bolsonaro(PSL). Foi uma reunião de apoio do Partido da República ao novo governo.

O deputado federal eleito pelo Maranhão, Junior Lourenço esteve presente e foi abraçado por Bolsonaro, agradecendo o apoio da bancada republicana aos projetos a partir do ano que vem.

“Estamos prontos para somar com o presidente, que se mostra dedicado aos problemas do Brasil, precisamos nos unir para levar ao povo brasileiro a esperança de dias melhores. Nossa reunião foi bastante produtiva e nossa bancada está a disposição para que possamos dar esse apoio ,e que medidas sejam implementadas na transformação de um País cada vez melhor”, frisou Junior Lourenço.

Lourenço cumprimentando Bolsonaro

Lourenço cumprimentando Bolsonaro

A posse dos deputados está marcada para fevereiro, mas, Junior Lourenço já cumpri agenda em Brasília, desde que foi eleito, pois as comissões já estão sendo montadas e o parlamentar deve integrar pelo menos três delas.

O PR elegeu 33 deputados, mas espera chegar até 40 com a adesão de parlamentares de partidos que não atingiram a cláusula de barreira. Quatro deputados já acertaram a transferência para a sigla.

Durante a reunião com os membro do PR, Bolsonaro destacou a importância do partido no parlamento e disse que quer criar diálogo com vários partidos que queiram ajudar o país. “O Brasil das últimas décadas conheceu algo muito triste que foi o toma lá dá cá, que destruiu as relações políticas e abriu espaço para a corrupção, temos que construir uma nova forma de fazer a relação, entre o parlamento e o executivo”, destacou o presidente eleito.

Agência do Banco do Brasil de Humberto de Campos é atacada por bando criminoso

Por Luís Pablo Polícia
 
Agência do Banco do Brasil atacada por bandidos em Humberto de Campos

Agência do Banco do Brasil atacada por bandidos em Humberto de Campos

A agência do Banco do Brasil da cidade de Humberto de Campos, distante 92 km de São Luís, foi atacada por bandidos na madrugada desta quinta-feira (6), por volta das 2h30.

O caixas eletrônicos foram destruídos, assim como boa parte do prédio, mas o cofre da agência não foi levado.

Ninguém foi preso até o momento e mesmo com os tiros disprados pelos bandidos, não há informações de pessoas feridas. A quantia levada também não foi informada ainda.

Assim como em ataques a agências em outras cidades, a sede da 5ª Cia. da Polícia Militar foi atacada pelos bandidos. As paredes da fachada e o portão ficaram com marcas dos disparos das armas de fogo utilizadas pelos assaltantes.

As primeiras informações policiais dão conta de que o assaltantes se dividiram em três grupos. Um ficou na entrada da cidade, outro foi para frente da 5ª Cia. da PM e abriu fogo contra o quartel. O terceiro grupo foi para a agência bancária.

Humberto de Campos faz parte da região dos Lençõis Maranhenses e a agência da cidade atende também clientes de municípios vizinhos.

Ataques seguidos

Este arrombamento em Humberto de Campos é o ataque seguinte ao que aconteceu em outra agência do Banco do Brasil, em Bacabal, na noite do dia 25 de novembro. Lá, cerca de 30 bandidos invadiram a cidade, explodiram uma agência de distribuição e levaram algo em torno de R$ 100 milhões, como estimam pessoas ligadas à investigação.

Até o momento, foram recuperados R$ 45 milhões em uma abordagem a um caminhão-baú, em Santa Luzia do Paruá, na noite de segunda-feira (3), e ainda aproximadante R$ 3,7 milhões que estavam com moradores da cidade, que aproveitaram o ataque e foram a agência recolher o dinheiro que ficou pelo chão. Alguns foram flagrados pelos policiais e outros resolveram ir à delegacia para devolver as cédulas.

Do bando que atacou a agência em Bacabal, três morreram no dia do assalto em confronto com a polícia, outros três morreram ao reagirem a abordagem ao caminhão em Santa Luzia do Paruá, e nesta mesma ocorrência, dez foram presos, ouvidos inicialmente em Zé Doca e depois transferidos para São Luís.

Neste caso de Bacabal, no dia do assalto, um morador também foi atingido por dispardos de arma de fogo e morreu. Outra vítima foi encaminhada ao hospital e se recuperou. (Com informações do G1MA)

Assembleia aprova projeto de autoria do governo que aumenta impostos

Por Luís Pablo Política
 
Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão

Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão

A Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) aprovou nesta quarta-feira (5) o Projeto de Lei n° 239/18, de autoria do governador Flávio Dino.

A proposta é alterar a Lei nº 7.799, de 19 de dezembro de 2002, que dispõe sobre o Sistema Tributário do Estado do Maranhão e inclui novos itens e valores de cobrança no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A maioria dos deputados rejeitou um pedido do deputado Adriano Sarney (PV) para que a votação fosse nominal. O placar final teve 24 votos aprovando o projeto, 7 contra e uma abstenção. Confira os votos de cada deputado:

Votaram a favor

Antonio Pereira (DEM)
Bira do Pindaré (PSB)
Cabo Campos (PEN)
Edivaldo Holanda (PTC)
Edson Araújo (PSB)
Fábio Macedo (PDT)
Franscisca Primo (PCdoB)
Glalbert Cutrim (PDT)
Hemetério Weba (PP)
Júnior Verde (PRB)
Levi Pontes (PCdoB)
Marco Aurélio (PCdoB)
Marcos Caldas (PTB)
Neto Evangelista (DEM)
Paulo Neto (DEM)
Rafael Leitoa (PDT)
Raimundo Cutrim (PCdoB)
Ricardo Rios (SD)
Rogério Cafeteira (DEM)
Sérgio Frota (PR)
Stênio Rezende (DEM)
Valéria Macedo (PDT)
Vinícius Louro (PR)
Zé Inácio (PT)

Votaram contra:

Adriano Sarney (PV)
César Pires (PV),
Léo Cunha (PSC)
Max Barros (PMB)
Nina Melo (MDB)
Roberto Costa (MDB),
Wellington do Curso (PSDB)

Abstenção:

Eduardo Braide (PMN)

Projeto de Lei n° 239/18

O Projeto de Lei assinado por Flávio Dino altera alguns itens da Lei nº 7.799:

1 – Inclui o inciso II-A do Artigo 23, que passa a instituir a alíquota de 16,5% nas operações internas e de importação do exterior realizadas com óleo diesel e biodiesel.

2 – Acrescenta o item 5 na alínea “a” do inciso IV, que inclui refrigerantes na lista de itens que possuem cobrança de 25% na alíquota do ICMS.

3 – Inclui a alínea “c” ao inciso I do Artigo 88. De acordo com o projeto, também será cobrado o valor de 1% em alíquotas de IPVA a veículos automotores adquiridos por locadora de veículos para uso exclusivo na sua atividade empresarial.

4 – Acrescenta o inciso VII no Artigo 23. Nesse inciso, o projeto de lei institui a cobrança de 28,5% de ICMS nas operações internas e de importação do exterior realizadas com os seguintes produtos:

Armas e munições

Bebidas alcoólicas, cervejas e chopes

Bebidas isotônicas

Bebidas energéticas

Embarcações de esporte e de recreação, inclusive esquis aquáticos, kites e jets ski

Rodas esportivas para automóveis

Veículos aéreos não tripulados ou remotamente pilotados, tipo drones

Outras aeronaves de uso civil;

Gasolina

Joias de metais preciosos ou de metais folheados ou chapeados, de metais preciosos e de pérolas naturais ou cultivadas, de pedras preciosas ou semipreciosas, pedras sintéticas ou reconstituídas