LAVA JATO! Desembargador manda soltar filho de Lobão e determina pagamento de fiança de R$ 5 milhões

Por Luís Pablo Polícia / Política
 
Márcio Lobão havia sido preso na terça (10), durante operação da Lava Jato

Márcio Lobão havia sido preso na terça (10), durante operação da Lava Jato

Márcio Lobão, filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão (MDB-MA), foi solto, na manhã deste sábado (14), após decisão do desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Federal Regional da 4ª Região (TRF-4).

O despacho foi assinado na noite de sexta-feira (13). Márcio Lobão estava preso na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, no Paraná (mais detalhes aqui).

“Ao que parece, Marcio Lobão operacionalizava e efetuava o branqueamento das propinas destinas ao seu pai, Edison Lobão. Muito embora tudo indique que tenha realizado operação espúrias, não há elementos – neste momento – que indiquem uma participação mais intensa e com ingerência no seio de alguma organização criminosa”, escreveu o desembargador na decisão.

“Três dias após a prisão, o TRF-4 reconheceu a ilegalidade da ordem de prisão ao verificar a plena regularidade nas informações financeiras de Márcio Lobão. Nesta oportunidade, Marcio Lobão reconhece a imparcialidade do Poder Judiciário e confia que abusos serão prontamente corrigidos por questão de justiça. Sempre que procurado, permaneceu e permanecerá a disposição das autoridades para demonstrar que nunca se envolveu em ilícitos e tem o seu patrimônio declarado de forma regular e absolutamente transparente”, informou em nota a defesa.

A prisão foi substituída por medidas cautelares. Marcio Lobão está proibido de deixar o país e de ter contato com os investigados. O desembargador também determinou o pagamento de fiança de R$ 5 milhões.

“Defiro parcialmente o pedido liminar para revogar a prisão preventiva decretada em desfavor do paciente, determinando a soltura do paciente, mediante o atendimento das medidas cautelares acima especificadas”.terior.

Astro se pronuncia sobre operação da Seic e manda recado aos “inimigos ocultos”

Por Luís Pablo Polícia / Política
 
Vereador Astro de Ogum

Vereador Astro de Ogum

O vereador Astro de Ogum (PR), vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís-MA, fez um pronunciamento sobre a operação realizada pela Seic em sua residência, em que dois funcionários seus foram presos.

Por meio do Instagram, o parlamentar disse que quer que tudo seja esclarecido. “Não estou atribuindo no momento a perseguição política, mas a curiosidade minha nesse momento ela é imensa. Ficou assim meio ainda difícil de explicar”.

Astro falou também que não teve nenhum envolvimento nas acusações que foram atribuídas aos seus assessores. “Eu não tenho participação em coisas que alguém está envolvido. Eu fui responder por uma arma que foi encontrada na minha casa”.

Ao finalizar seu pronunciamento, o vereador mandou um recado aos seus adversários: “eu quero dizer para os meus inimigos ocultos que eu morro em pé, mas não ajoelho”.

CLIQUE E VEJA:

Vereador Astro de Ogum vai pagar fiança por porte ilegal de arma e será liberado

Por Luís Pablo Polícia / Política
 
Vereador Astro de Ogum, vice-presidente da Câmara de São Luís-MA

Vereador Astro de Ogum, vice-presidente da Câmara de São Luís-MA

O vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís-MA, Astro de Ogum (PR), está prestando esclarecimento na Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).

Astro foi conduzido até à SEIC por porte ilegal de arma de fogo, que estava sob posse de um dos funcionários que faz a segurança da sua residência.

Após esclarecer os fatos, o parlamentar irá pagar fiança por porte ilegal de arma e será liberado. Foi estipulado dois salários mínimos de fiança.

A OPERAÇÃO

A casa do vereador foi alvo de mandado de busca e apreensão, durante uma operação realizada pelo Departamento de Crimes Tecnológico em que seus dois assessores como foram presos, na manhã de hoje (mais detalhes aqui).

Os assessores foram identificados como Raimundo Filho Costa e Givanilson Santos Avelar (conhecida como Raíssa). Eles foram acusados de estupro mediante fraude por forçar vítimas (jovens) a praticar sexo com eles sob ameaça de divulgar material delas na internet.

Astro de Ogum não foi alvo de operação da SEIC; saiba a verdade dos fatos

Por Luís Pablo Política
 
Vereador Astro de Ogum

Vereador Astro de Ogum

O vereador de São Luís Astro de Ogum (PR), vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís-MA, não foi alvo da SEIC (Superintendência Estadual de Investigações Criminais) como foi noticiado na manhã de hoje, dia 12, por blogs, portais e emissoras de rádio.

Astro foi conduzido à SEIC por porte ilegal de arma que estava sob posse de um dos funcionários que faz a segurança da sua residência.

Os alvos da operação, por meio do Departamento de Crimes Tecnológico, sob o comando do delegado Odilardo Muniz, foram dois assessores do parlamentar. Trata-se de Raimundo Filho Costa e Givanilson Santos Avelar (conhecida como Raíssa Martins Mendonça).

Agentes da Seic na residência do vereador Astro de Ogum

Agentes da Seic na residência do vereador Astro de Ogum

De acordo com informações da polícia, eles foram presos por crime de extorsão e posse sexual mediante fraude. Ainda de acordo com a polícia, um dos assessores presos, Raimundo Costa, conhecido também como “Filho”, trocava mensagens com pessoas na internet e conseguia material suficiente das vítimas para começar a extorqui-las.

Durante as investigações foi descoberto que Raimundo Costa conhecia as vítimas e depois ameaçava divulgar material delas na internet, assim as forçava a praticar sexo com ele e com Raíssa Martins. Com isso, a polícia conseguiu elementos suficientes para pedir as prisões dos dois e também o mandado de busca e apreensão na residência do vereador.

A denúncia que motivou a operação foi feita por um adolescente, que procurou a polícia.

SEGUE ABAIXO A NOTA DA ASSESSORIA DO VEREADOR:

Acerca de matérias jornalísticas publicadas na imprensa maranhense, tratando da prisão do vereador Astro de Ogum por posse de arma, em respeito à sociedade ludovicense, a defesa do parlamentar, faz este comunicado com base nos esclarecimentos abaixo narrados, para que se restabeleça a verdade dos fatos, equivocadamente divulgados em blogs, portais e emissoras de rádio.

1 – Sob comando da Superintendência Estadual de Investigações Criminais, por meio do Departamento de Crimes Tecnológico, sob o comando do delegado Odilardo Muniz, a Polícia Civil deflagrou uma operação na residência do vereador Astro de Ogum, mas os alvos foram dois de seus assessores: um homem e uma mulher.

2 – No local, a Polícia apreendeu aparelhos celulares e notebooks dos investigados. No entanto, no imóvel foi encontrada uma arma de propriedade de um dos funcionários que faz a segurança do imóvel. Por conta disso, o politico foi conduzido à Seic para explicar a arma encontrada em sua residência, fato que já foi devidamente esclarecido.

3 – Por fim, para comprovar a veracidade dos fatos, anexamos cópias dos mandatos de busca e apreensão para comprovar que Astro não tem envolvimento com o episódio cujo alvo foi seus funcionários.

São Luís (MA), 12 de setembro de 2019.

Itamargarethe Correia Lima
Advogada e jornalista

ABAIXO A DECISÃO DA JUSTIÇA:

Servidores dos Correios aprovam greve por tempo indeterminado no Maranhão

Por Luís Pablo Brasil
 
Servidores dos Correios no Maranhão deflagraram greve após assembleia geral

Servidores dos Correios no Maranhão deflagraram greve após assembleia geral

Os servidores dos Correios no Maranhão deflagraram greve por tempo indeterminado desde a 0h desta quarta-feira (11). A assembleia geral foi realizada na noite dessa terça-feira (10), na sede administrativa do sindicato da categoria (SINTECT-MA), no bairro Radional, em São Luís. O movimento dos trabalhadores é nacional.

O reajuste salarial de 0,8% é um dos principais pontos reclamados pela categoria. No entanto, os trabalhadores querem também a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios já conquistados que foram comprometidos, segundo o sindicato.

Como parte do movimento grevista, o sindicato anunciou um seminário das 8h30 as 16h desta quarta-feira na sede do Sindicato dos Bancários, na Rua do Sol, no Centro de São Luís. O assunto em destaque será sobre a possibilidade de privatização da empresa.

Em nota, os Correios disseram que “estarão implementando o plano de continuidade, visando garantir a entrega das encomendas em domicílio, não havendo necessidade dos clientes se deslocarem às unidades para recebimento de encomendas”.

(Com informações do G1MA)

Empresária Dila Abreu inicia engajamento na rede solidária da patrulha Maria da Penha da PMMA

Por Luís Pablo Maranhão
 

A história da empresária Dila Abreu, mãe do cantor maranhense Bruno Shinoda, não difere das Marias espalhadas pelo mundo a fora. Uma mulher que desde cedo precisou lutar muito para criar sozinha seus dois filhos, sempre foi aguerrida e uma entusiasta do bem.

Seu desejo sempre foi vencer na vida e ajudar as pessoas, não é à toa que trabalha com transporte alternativo em São Luís, algo, que predominantemente é realizado por homens, cuida da casa, administra a carreira do filho e educa diuturnamente a filha que hoje é universitária.

A jornada múltipla desta mulher, a leva aos mais variados caminhos, de personalidade forte, não leva desaforo pra casa e tem sempre uma palavra amiga para todos. E foi essa vontade de vencer e ajudar que proporcionou o convite para conhecer o trabalho da Patrulha Maria da Penha no Maranhão, trabalho realizado pela Coronel Augusta Andrade que por meio da PMMA ajuda as mulheres vítimas de violência doméstica no nosso Estado.

Em entrevista a este blog, Dila Abreu afirma:

“Quando recebi o convite, por meio da nossa advogada Dra. Patricia Barros, para conhecer o trabalho da Patrulha Maria da Penha e para participar do Encontro das Mulheres da Polícia Militar do Maranhão, logo me identifiquei com a causa, vi que são mulheres empoderadas que empoderam outras mulheres. Isso é gratificante, saber que a nossa polícia militar além de trabalhar com a prevenção e repressão, tem esse olhar voltado para o valor humano, para o acolhimento. Por que, uma mulher vítima de violência precisa não só do apoio jurídico, necessita sentir-se segura e acolhida. E esse é o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Coronel e sua equipe. Por isso não medi esforços para prestigiar o evento e na oportunidade fiz uma doação que gratificou muito o meu coração. Hoje já me considero mais uma voluntária da Rede Solidária deste trabalho tão importante da PMMA, foi muito valioso conhecer de perto as mulheres das fileiras militares do nosso Estado, como elas atuam no combate a violência e dialogar com a competente Coronel Augusta Andrade só me enriqueceu e entusiasmou”.

Durante a entrevista, Dila Abreu falou sobre o protagonismo das mulheres dentro e fora de casa, disse sentir-se cada dia mais entusiasmada em ajudar projetos sociais, uma vez que ela já sofreu de perto discriminação por ser mulher, negra, ter jornada múltipla para criar seus filhos e ainda encontrar tempo para família.

Perguntada como se sente por ser uma mulher com passado de lutas e discriminações, a entrevistada foi enfática ao dizer que não há vitórias sem lutas e o bom combate é aquele em que todos saem vitoriosos. Foi com esse pensamento de solidariedade, coragem e pelo anseio em ver uma sociedade mais equilibrada, a entrevistada nos revelou que nunca mediu esforços para ajudar as pessoas, seguiu dizendo que o bem está no nosso coração e nos gestos de fraternidade que se pratica.

“A cada encontro com a Coronel, eu aprendo um pouco mais, e independente de quanto e em que eu possa ajudar, vou estar sempre disponível”.

Segue dizendo ainda que é preciso que as pessoas deixem um pouco mais a rivalidade, a inveja e o egoísmo. A união, a solidariedade podem transformar o mundo, se cada um der um pouquinho do seu melhor, essas partes se tornaram um todo. E quando chegarmos a esse ‘todo” estaremos efetivamente cumprindo a frase descrita na nossa bandeira nacional, qual seja, Ordem e Progresso.

Delegado da Polícia Federal diz que operação contra filho de Lobão foi “uma aula de lavagem de dinheiro”

Por Luís Pablo Polícia / Política
 
Delegado da Polícia Federal Luciano Flores

Delegado da Polícia Federal Luciano Flores

O delegado Luciano Flores, superintende regional da Polícia Federal no Paraná, disse que a 65ª fase da Lava Jato “é uma aula de lavagem de dinheiro”.

A operação teve como alvo Márcio Lobão, filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão. Ele teve decretado prisão preventiva por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro proveniente de pagamento de vantagens indevidas relacionadas à Transpetro, que é subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

Segundo os procuradores Ministério Público Federal, o filho de Lobão usou outras formas para lavar dinheiro, como transações imobiliárias, empréstimo, offshores no exterior e depósito em espécie.

“Depósitos fracionados em espécie foram feito nas contas de Márcio Lobão e esposa: mais de R$ 2 milhões por meio de 104 depósitos”, disse o procurador Roberson Pozzobon. Um deles, de acordo com o Pozzobon, foi de R$ 998 mil.

Também foram identificados saques no valor de R$ 49.990 semanas após uma nova regra do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) entrar em vigor que determinava que saques de R$ 50 mil ou mais deveriam ser comunicados ao órgão.

(Com informações da Globo)

Mais de 100 mil pessoas comparecem na festa da Independência em Alto Alegre

Por Luís Pablo Política
 

O maior festival público do Maranhão
O festival da Independência de Alto Alegre do Pindaré, tradição que acontece a mais de 4 décadas, este ano recebeu atrações de grande porte e contou com uma estrutura gigante para acolher milhares de visitantes dos quatros  cantos do estado.

A segurança foi reforçada para garantir a diversão de todos os brincantes. O evento, que este ano aconteceu no dias 5,6 e 7 de setembro, foi realizado pela prefeitura municipal e contou com o apoio dos deputados; André Fufuca e o governo do estado.

O prefeito, Fufuca Dantas, que não mediu esforços para ampliar a tradição, prestigiou o evento no meio do povo.

A festa foi animada por bandas de renome nacional, entre eles estavam os cantores como: Leo Santana, Solange Almeida, Batista Lima, Rai Saia Rodada, Talhes Lessa, Lairton e outros.

Quem compareceu em peso foi o grande publico,que não se arrependeu, e promete voltar nas próximas edições. Estima-se que mais de 100 mil pessoas passaram pelo Festival nos 3 dias. Tornando-se assim, o maior festival público do Maranhão.

CLIQUE E VEJA:

Quebra-quebra e confusão generalizada no PT de São Luís

Por Luís Pablo Política
 

Um verdadeiro quebra-quebra e confusão generalizada tomam conta da sede do PT (Partido do Trabalhadores) em São Luís.

Desde ontem (09), em todo o Brasil, o partido está em processo eleitoral interno para eleger a nova composição dos seus diretórios.

Em São Luís, a apuração dos votos acirrou os ânimos dos dirigentes e os “companheiros” foram às vias de fato.

“Uma verdadeira barbárie o que está acontecendo”, revelou um observador para o blog.

Segundo informações, partidários do vereador e presidente PT da capital, Honorato Fernandes, montaram barricada e tumultuaram a apuração.

A confusão acontece porque o número de votos presentes nas urnas é um número maior do que o comparecimento nas seções de votações.

Os militantes pró-Honarato, muitos deles sem nem serem filiados ao PT, estariam tentando forçar a apuração das urnas mesmo com a clara evidência de fraude.

CLIQUE E VEJA A CONFUSÃO:

BOMBA! Filho de Lobão é preso pela PF na 65ª fase da Lava-Jato

Por Luís Pablo Política
 
Márcio e o pai Edison Lobão são réus na Lava Jato

Márcio e o pai Edison Lobão são réus na Lava Jato

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (10/9), a 65ª fase da Lava Jato. Apelidada de Galeria, a operação cumpre 11 mandados de busca e apreensão e 1 de prisão preventiva relacionados ao pagamento de propina na construção de Belo Monte e a Transpetro, subsidiária da Petrobras.

Na ação, Márcio Lobão, filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão, foi preso. Ele foi detido por volta das 7h no Rio de Janeiro. Esta fase da Lava-Jato ocorre em parceria com o Ministério Público Federal (MPF).

Além do Rio, as equipes policiais também cumprem mandados em Brasília. A intenção é aprender documentos e arquivos de informática que ajudem no aprofundamento das investigações.

(Com informações do Correio Braziliense)