Rogério Cafeteira é acusado de racismo em confusão na Escola Crescimento

Por Luís Pablo Polícia
 
Deputado Rogério Cafeteira

Deputado Rogério Cafeteira

A briga, que ocorreu nesta quinta-feira (20), na porta da Escola Crescimento, em São Luís-MA , envolvendo o líder do governo na Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Rogério Cafeteira, ainda está dando o que falar.

O outro homem, que foi identificado como servidor da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e pai de uma aluna da escola, acusa o parlamentar de racismo e agressão. Rogério Cafeteira o teria chamado de “preto” e o ofendido com palavras de baixo calão.

“Apenas o agradeci pelo transtorno causado a todos e o mesmo já se dirigiu em direção ao meu veículo, dizendo: ‘Cala boca, seu preto! Vai tomar no cú!’. Em seguida, chutou a porta do meu veículo, abriu a porta e partiu para a agressão física”, disse o servidor ao jornalista Luis Cardoso.

Ainda segundo ele, Rogério alegava ter prioridade e por isso passou na frente dos outros pais para pegar seu filho, inclusive quase teria atropelado uma criança ao estacionar seu carro. A confusão se formou na porta do local porque o veículo do deputado estava impedindo a passagem dos demais pais que aguardavam para sair.

O caso, que já tinha ido parar na Polícia após registro de Boletim de Ocorrência feito pelo deputado, também foi registrado pelo servidor.

Veja abaixo o relato completo do servidor:

“Hoje, por volta de 12:10h, fui agredido física e verbalmente pelo deputado estadual Rogério Cafeteira por causa de uma vaga de estacionamento na porta da escola da minha filha. Estava eu a estacionar o veículo na rampa da escola, quando o deputado subiu de ré a rampa, não obedecendo a fila de carros formada na porta da escola. Estacionou o veículo de forma brusca, quase atropelando uma criança e deixando o seu automóvel obstruindo a passagem dos demais veículos. O mesmo adentrou na escola para pegar seu filho e alegou prioridade. Quando retornou para o seu veículo, vários pais o aguardavam, pois o mesmo impedia a passagem de todos. Apenas o agradeci pelo transtorno causado a todos e o mesmo já se dirigiu em direção ao meu veículo, dizendo: “Cala boca, seu preto! Vai tomar no cú!”. Em seguida, chutou a porta do meu veículo, abriu a porta e partiu para a agressão física”.

Hernando Macedo é alvo de investigação do Ministério Público

Por Luís Pablo Política
 

Ex-prefeito de Dom Pedro, Hernando Macedo (PCdoB)

O ex-prefeito de Dom Pedro, Hernando Dias de Macedo (PCdoB) está sendo investigado pelo Ministério Público do Maranhão. O inquérito é sobre suposta irregularidade ocorrida durante sua administração na cidade.

Trata-se da contratação da Construtora Cardoso Ltda, para locação de veículos. De acordo com investigação da promotora de Justiça Ariadne Dantas Meneses, foi constatado ausência de controle dos veículos na garagem da Prefeitura de Dom Pedro após vistoria.

Na época o MPMA solicitou documentos dos processos licitatórios referentes a essas contratações, mas nunca foi atendido e, ainda, houve prorrogação do contrato com a Construtora.

O MP enviou cópias da portaria de investigação ao Detran e à Construtora. No caso do Detran foi solicitado também a identificação dos proprietários dos veículos que integram o contrato celebrado entre a prefeitura e a construtora. Já a empresa deverá encaminhar a lista completa de todos os veículos disponibilizos à prefeitura de Dom Pedro, identificados por placa, chassi e proprietário.

Além disso, o Tribunal de Contas do Estado (TCE), foi pedido os dados do processo licitatório referente a todos os contratos de locação de veículos informados nas prestações de contas do Prefeito de Dom Pedro, durante os anos anos de 2013 a 2016.

Assalto termina em tiroteio e perseguição policial na Avenida Guajajaras

Por Luís Pablo Crime / Polícia
 

Dupla foi presa após perseguição da PM

Dois homens identificados como Michel Cristian Santiago Moraes e Wallison Henrique Oliveira da Silva foram presos, no início da tarde desta quinta-feira (20), após roubar uma floricultura localizada ao lado da Rodoviária de São Luís.

Além de roubarem o local, eles levaram uma caminhonete, do modelo Hilux e placa OXT-2786, que pertence ao dono da Floricultura.

A dupla foi perseguida por policiais militares e acabou capotando o veículo na Avenida Guajajaras. Uma viatura da PM também ficou danificada ao bater em um ônibus durante a ação.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública, a polícia encontrou duas armas de fogo com os criminosos.

Ambos foram presos em flagrante e encaminhados para a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, em São Luís.

Josimar de Maranhãozinho rebate acusações feitas por Aluísio Mendes

Por Luís Pablo Política
 
Deputados Josimar de Maranhãozinho e Aluísio Mendes

Deputados Josimar de Maranhãozinho e Aluísio Mendes

Em pronunciamento feito na sessão desta quarta-feira (19), o deputado Josimar de Maranhãozinho (PR) desmentiu acusações feitas pelo deputado federal Aluísio Mendes de que a prefeita de Zé Doca, Josinha, teria feito demissões de servidores concursados.

“Nós temos uma parceria com mais de 70% dos professores que querem o melhor aos filhos de Zé Doca, porque temos consciência que, através do professor, os nossos filhos conseguem ter uma educação adequada e conseguem ser um profissional de qualidade”, afirmou Josimar, acrescentando que alguns servidores foram demitidos por terem sido admitidos de forma irregular, como é o caso, por exemplo, dos servidores Iorlan de Oliveira Nunes e Sheila de Jesus.

“Se elas são capazes, se elas são boas profissionais, pois participem de um concurso público, participem de um seletivo, mas não dessa forma ilegal, pois isso gera vários crimes. Além dessas pessoas terem sido efetivadas ilegalmente, também estão há quatro anos gozando dos benefícios do plano do magistério da cidade de Zé Doca, recebendo quase um salário mínimo de quinquênio. Então é um absurdo o que estava acontecendo naquela cidade de Zé Doca”, disse o deputado, citando também o nome do servidor Antônio Ibermor, que também recebe quase um salário mínimo de quinquênio.

Desvios

Josimar de Maranhãozinho enfatizou que, durante os quatro anos de mandato da gestão passada, teria havido o desvio de aproximadamente R$ 30 milhões só de pagamentos de triênio, quinquênio, gratificações, portarias indevidas e pessoas que ganhavam do Fundeb.

“Temos aqui um caso que me chama muita atenção: a dona Dagmar Maria de Jesus, ex-mulher do vereador Alcobaça, que sempre residiu em Brasília e, por incrível que pareça, recebe dos cofres públicos, do Fundeb, quase sete mil reais, mas nunca esteve em sala de aula. É esse o crime que o deputado Aluísio Mendes disse que a prefeita Josinha está cometendo. Não há gestão, não há governo se não tiver existir parceria dos gestores comprometidos em pagar e não fraudar da forma que está acontecendo”, garantiu o parlamentar, citando também o nome do professor Francisco Monteiro de Lima que, segundo afirma, mora em Alcântara, nunca esteve em sala de aula, mas ganha por mês quase R$ 3 mil.

Outra irregularidade citada é o da ex-vice-prefeita Lindalva Serra Barros, que de acordo com Josimar recebia o salário de professora de mais de R$ 3 mil por mês. “Ela poderia até estar em sala de aula, mas ela tinha que optar por um salário. Ela passou os quatro anos recebendo R$ 8 mil como vice-prefeita e mais de R$ 3 mil como professora. Agora, eu pergunto ao deputado Aluísio Mendes, será se V. Exa. tem advogados capacitados para defender esse tipo de fraude?. Isto aqui é só um exemplo, nós temos mais de 300 pessoas e a prefeita Josinha tomou o cuidado de instaurar duas comissões de processos administrativos que estão sendo apurados”.

Economia

O deputado afirmou que as medidas que estão sendo adotadas pela prefeita Josinha fez o município de Zé Doca ter uma economia de R$ 500 mil por mês na folha de pagamento. A merenda escolar declinou de R$ 130 mil por mês para R$ 83 mil. “Em Zé Doca não vai mais existir fraude porque lá tem uma prefeita que está moralizando a cidade, que está moralizando o dinheiro público. A prefeita Josinha está trabalhando”.

“Eu tenho certeza que a justiça será feita nessa questão que V. Ex.ª já apontou e que o povo de Zé Doca vai ter muito a ganhar com a administração que Vossa Excelência e a Excelentíssima prefeita vão imprimir ao município. Desejo sucesso. Independente de questões políticas e eleitorais, eu torço que o Maranhão dê certo”, garantiu o deputado Rogério Cafeteira, em aparte.

Deputado Rogério Cafeteira leva porrada na porta da Escola Crescimento

Por Luís Pablo Política
 
Deputado Rogério Cafeteira

Deputado Rogério Cafeteira

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Rogério Cafeteira, se envolveu numa grande confusão, ainda há pouco, na porta da Escola Crescimento, em São Luís-MA.

Cafeteira foi aos tapas com um homem no horário que os alunos estavam saindo. Ambos estavam pegando seus filhos no colégio.

Escola  Crescimento

Escola Crescimento

Segundo informações, o deputado levou porrada de um homem que seria funcionário do Estado. Rogério Cafeteira pegou um soco no rosto que seu óculos quebrou.

Ao jornalista e blogueiro Luís Cardoso, o parlamentar confirmou a confusão e disse que foi agredido covardemente.

O caso foi parar na polícia, com o deputado registrando um Boletim de Ocorrência contra o servidor do governo.

Governador do Maranhão promove ação midiática contra a Lava Jato

Por Luís Pablo Política
 

Flávio Dino, governador do MA

Flávio Dino, governador do MA

A mídia alinhada ao Governo do Maranhão vem trabalhando intensamente para tentar desqualificar a Lava Jato, depois que o governador Flávio Dino foi incluído no ‘listão’ do ministro Edson Fachin.

O Blog do Luís Pablo apurou que a ordem partiu diretamente do Palácio dos Leões. E quem estaria por trás é o secretário de Articulação Política e de Comunicação, Márcio Jerry.

Jerry e os membros da equipe de governo também, vêm usando as redes sociais numa ação midiática contra a Lava Jato.

Todos estão bombardeando as ações da força-tarefa dos procuradores em defesa de Flávio. Eles acham “injustiça” a inclusão do nome do governador no maior escândalo de corrupção do país.

O aparelho midiático usado pelo governo gerou uma discussão na Assembleia Legislativa entre governistas e oposicionistas.

Deputados criticaram a massificação das propagandas do governo em horário nobre, a participação do governador em entrevistas de TV e rádio, além de divulgações de pesquisas antigas para beneficiar Flávio Dino, com objetivo de abafar os efeitos da Lava Jato no Maranhão.

Canindé Barros na ‘corda bamba’

Por Luís Pablo Política
 

Canindé Barros

O secretário Canindé Barros enfrenta um grande desgaste depois das suas últimas ações desastrosas na Secretaria de Trânsito e Transporte (SMTT).

São inúmeras as reclamações da população e até da classe política com relação a postura do secretário em diversos assuntos.

A última e bastante criticada ação de Canindé foi o retorno do passe escolar, extinto há quase dez anos na capital, devido ao não funcionamento, por problemas técnicos, do Sistema de Carga e Recarga de Cartões Magnético.

Estudantes estão enfrentando longas filas e ainda tendo que comprar passes limitados, o que fará com que, caso o problema não seja resolvido, eles tenham que retornar nos locais de venda.

Além da questão do passe escolar, não há como deixar de lembrar da postura de Canindé sobre o serviço do Uber em São Luís.

O secretário chegou a dizer que os veículos seriam recolhidos por agentes da SMTT, mas logo depois voltou atrás e disse que a fiscalização do Uber na cidade só seria realizada depois que a Câmara Municipal apreciasse o projeto de lei que regulamenta o serviço. (relembre aqui)

Na época, Canindé chegou a ser chamado de frouxo, devido a falta de pulso com a situação.

O Blog do Luis Pablo também já denunciou alguns dos desmandos do secretário. Em Janeiro, moradores denunciaram a utilização de agentes de trânsito durante uma festa de pré-carnaval, que que era realizada pelo bar de propriedade da esposa e filho do secretário Canindé.

A verdade é que motivos para estar na corda bamba, Canindé tem de sobra…

Caso Sefaz: presidente do TJ se posiciona e chama promotor de “irresponsável”

 

Desembargador Cleones Cunha

Desembargador Cleones Cunha

Finalmente o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Cleones Cunha, resolveu se manifestar sobre a declaração ofensiva do promotor Paulo Roberto Barbosa Ramos contra o desembargador Froz Sobrinho (relembre aqui).

Nesta quarta-feiram dia 19, durante a abertura da sessão plenária, Cleones Cunha falou o porquê do TJ não ter emitido nota sobre o caso.

O presidente do judiciário disse que por não ter se posicionando publicamente, muitas críticas foram feitas ao Tribunal de Justiça em relação a postura do promotor.

“Todos nós, integrantes desta Corte, estamos de acordo com o desembargador Fróz Sobrinho em seu posicionamento, oferecendo-lhe total apoio, e nenhum de nós duvida ou discute a lisura da decisão proferida por ele”, disse.

Cleones ainda chamou o promotor de irresponsável por ter atacado a honra de um membro da corte. “O Tribunal não pode entender que um membro do Ministério Público se posicione daquela forma, colocando a honra e a integridade moral na imprensa, sem apresentar provas. E quando houver qualquer suspeita, a denúncia deve ser feita formalmente e não irresponsavelmente, como foi realizada”, criticou.

O titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís é responsável por denunciar a ex-governadora Roseana Sarney e mais 9 pessoas no chamado ‘Caso Sefaz-MA’. O promotor Paulo Roberto fez graves insinuações contra o desembargador Froz por ter decido pelo desbloqueio de bens da ex-governadora.

Lobão marca votação sobre abuso de autoridade para próxima semana

Por Luís Pablo Brasil
 

Estadão

Senador Edison Lobão

Senador Edison Lobão

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Edison Lobão (PMDB-MA), marcou a votação do projeto que atualiza a lei do abuso de autoridade para próxima quarta-feira (26). Ele disse que não vai mais admitir “obstrução, nem nenhum outro tipo de chicana regimental” para protelar a apreciação do texto.

A leitura do relatório na CCJ, nesta quarta-feira, 19, durou mais de duas horas. Como já era previsto, o relator da proposta, senador Roberto Requião (PMDB-PR), rejeitou o projeto de autoria do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), e apresentou um substitutivo baseado na proposta alternativa do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com diversas alterações.

Desde o final do mês de março, havia um acordo informal para que a votação do texto ocorresse hoje. Porém, após o fim da leitura, diversos parlamentares pediram vista, o que impediria a apreciação. Eles argumentavam que, como Requião fez modificações no texto do Ministério Público, precisariam de mais tempo para análise.

No final do mês de março, Requião havia apresentado outro parecer sobre o mesmo tema, com base no projeto de Renan. Depois do pedido de vista coletiva de uma semana, houve um acordo para que a votação do texto ocorresse hoje. Nesta quarta, o relator justificou que pedidos de vista só podem ocorrer uma vez e que a intenção do adiamento seria de caráter protelatório.

Já o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) argumentou que o próprio relator mostrou que este é um projeto novo, que “nada tem a ver” com o parecer anterior. Lasier Martins (PSD-RS) disse que o novo texto tem diversos trechos subjetivos que precisam ser revistos pelos parlamentares.

O senador Magno Malta (PR-ES), favorável ao projeto, afirmou que o projeto é polêmico e precisa ser melhor discutido. “Ainda mais na situação atual, a situação não é de cair o queixo, é de cair os dentes, está aí o senador Hélio José (PMDB-DF) para provar”, brincou. Ontem, a prótese dentária do parlamentar caiu durante discurso em uma comissão. Na sessão de hoje, Hélio José disse que estava defendendo os interesses dos trabalhadores e que já foi ao dentista arrumar a prótese, provocando risos no colegiado.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) alegou que o relatório de Requião traz o resultado das vistas concedidas da última vez. “Não cabe dizer que temos pressa, esse é um projeto de 2009”, justificou. Ela defendeu que qualquer mudança poderia ser discutida durante a votação hoje. “Não tem por que isso se arrastar ainda mais”, ponderou.

Jorge Viana (PT-AC) disse que, não fosse a pressão popular, todos os senadores já teriam decidido pela votação. Jader Barbalho (PMDB-PA) também entrou na discussão para pedir que a votação ocorresse impreterivelmente na próxima semana, pois aprovar um adiamento novamente representaria que o Congresso está “com medo” da Justiça.

Prefeitura de Porto Franco vai gastar R$1,4 milhão com serviços gráficos

Por Luís Pablo Política
 

Prefeito de Porto Franco, Dr. Nelson

R$ 1.461,172. Esse é o valor a Prefeitura de Porto Franco, comandada pelo Dr. Nelson, irá gastar com contratação de empresas para realizar serviços gráficos no município.

Foram contratadas três empresas para realização do serviço, que irá durar apenas oito meses, de acordo com o Diário Oficial do Estado.

Com a Gráfica e Editora Center ficou os maiores repasses. Ele irão faturar, por dois contratos, quase R$ 800 mil. Já a Gráfica e Editora Brasil, com o mesmo número de contratos, irá faturar R$ 596 mil dos cofres da cidade.

A terceira empresa, identificada como Silomi de Oliveira Moreira, receberá, R$ 79 mil para atender as necessidades da Secretaria de Assistência Social do município.

Todos os contratos foram assinados no dia 24 de março pelos secretários das pastas beneficiadas.

Abaixo os detalhes dos contratos: