Bruno Silva participa de reunião com deputado André Fufuca em São Luís

Por Luís Pablo Política
 

Prefeito eleito e o deputado federal trataram sobre melhorias para Coelho Neto

O prefeito eleito de Coelho Neto, Bruno Silva (PP), participou de uma reunião com o presidente estadual do seu partido, o deputado federal André Fufuca. O encontro aconteceu na última terça-feira (1º), em São Luís.

“Foi uma reunião muito produtiva e já recebi do deputado as garantias da sua ajuda através de emenda parlamentar e também da disponibilidade do seu gabinete atuar em favor dos interesses de nossa cidade em Brasília. Aproveitamos para definir as prioridades do que será colocado em prática já nesse primeiro ano de governo que deverá ser de muito trabalho”, destacou o prefeito eleito.

Fufuca parabenizou Bruno Silva pela vitória e declarou total apoio ao prefeito eleito na Câmara dos Deputados, em Brasília. “Aproveito para me colocar à disposição do município de Coelho Neto e do prefeito eleito, inclusive, com a força do partido em Brasília”, pontuou o parlamentar.

Bruno Silva agradeceu o apoio recebido e falou sobre suas prioridades para o município de Coelho Neto.
O prefeito eleito divulgou, por meio de suas redes sociais, o primeiro nome da sua equipe de governo. Foi apresentado Samuel Bastos como o secretário de Comunicação da sua gestão. O indicado é jornalista e mantém o blog Portal Gaditas.

Reeleito, Luciano Genésio foca em Educação para Pinheiro

Por Luís Pablo Política
 

Luciano Genésio destacou o trabalho realizado no primeiro mandato e os projetos para o próximo

O prefeito reeleito de Pinheiro, Luciano Genésio, concedeu entrevista a uma rádio de São Luís e falou sobre a vitória e projetos para os próximos quatro anos para o município.

“O sentimento é de orgulho, de dever cumprido e de mais responsabilidade. Colocar três vezes mais o número de votos dos adversários significa que você acertou. É claro que existem erros, mas os acertos são muito maiores e agora ainda mais experiente acredito que teremos os melhores quatro anos para a cidade”, destacou Luciano.

O prefeito mencionou as obras realizadas no primeiro mandato, que proporcionaram uma cara nova para a cidade e qualidade de vida à população.

“Nós implantamos 560 km de estradas vicinais nos últimos quatro anos. Nós implantamos 75 km de asfalto nos bairros e povoados. Foram mais de quatro mil novos postos de empregos na cidade e novos empreendimentos com a chegada de novas empresas. Melhoramos e avançamos as ações na área de saúde. Entendemos que era necessário primeiro organizar a cidade”, pontuou.

Educação é prioridade da gestão de Luciano Genésio. O prefeito falou sobre a previsão de retorno às aulas presenciais e implantação de novas creches.

“Terminaremos as aulas remotas, mas em fevereiro ou março deveremos retomar as aulas presenciais, pois acreditamos na liberação da vacina para o início do ano (…) Vamos priorizar as creches em nossa cidade. Temos como meta a construção de seis creches, e duas eu já quero entregar no próximo ano. E temos como objetivo também a construção de seis escolas e, é claro, vamos valorizar os nossos professores, pois sem profissional valorizado não tem educação”, frisou.

Luciano Genésio mencionou ações também para a saúde, esporte e turismo na região. Ao final deixou claro que vai cumprir os quatro anos de mandato, descartando uma possível candidatura para 2022.

Caso de agressão envolvendo policiais em Rosário é acompanhado pelo MP

Por Luís Pablo Política
 

Policiais agrediram algumas pessoas, derrubaram mesas e atiraram no local

O episódio lamentável de agressão praticada por policiais militares na cidade de Rosário, no último domingo (29), está sendo acompanhado pelo Ministério Público Estadual. Os militares envolvidos foram afastados de suas funções, e foi aberto inquérito policial e procedimento administrativo, conforme solicitação do governador Flávio Dino (REVEJA).

As Promotorias de Justiça de Rosário, ao tomarem conhecimento da questão, adotaram todas as providências para apurar os fatos. Foram ouvidas testemunhas e vítimas, bem como realizado exame de corpo de delito. Todas essas informações e documentos foram encaminhados para a 1ª Promotoria de Justiça Militar, em São Luís, que tem a competência para apurar os delitos cometidos por policiais militares.

Segundo a promotora de justiça Fabíola Fernandes Ferreira, titular da 2ª Promotoria de Rosário, o Comando do 27º Batalhão da PM de Rosário já instaurou o Inquérito Policial Militar para apurar os fatos e afastou os policiais envolvidos no caso de suas funções.

No âmbito da Promotoria de Justiça Militar, também já foi instaurado procedimento para, em conjunto com as Promotorias de Rosário, investigar o ocorrido. “Vamos identificar a autoria, a materialidade, que já está delimitada, e ao final responsabilizar os policiais militares. Pelas imagens pudemos constatar que houve abuso de autoridade, inclusive.

Seis pessoas foram flagradas comprando votos em um salão de beleza de São Luís

Por Luís Pablo Política
 

Imagem Ilustrativa

No último domingo (29), dia da realização do segundo turno das eleições municipais, seis pessoas foram flagradas comprando votos em um salão de beleza localizado no João Paulo.

A denúncia do crime eleitoral foi feita ao Ministério Público Federal. A Segurança Institucional do MPF se deslocou ao local e constatou a movimentação suspeita, identificando que o proprietário do salão conversava com eleitores dentro do estabelecimento para, supostamente, comprar votos.

O MP Eleitoral foi acionado e, juntamente com a Polícia Militar (PM) do Maranhão, chegaram ao local e averiguaram o flagrante. Duas pessoas chegaram mais tarde ao local com grande quantidade de dinheiro, e confessaram que o valor seria para efetuar o pagamento de eleitores que já tinham votado.

Os envolvidos foram conduzidos à sede da Superintendência da Polícia Federal do Maranhão.

Prefeitura de Ribamar na mira do MP por contrato suspeito com empreiteira

Por Luís Pablo Política
 

Contrato foi firmado entre a Prefeitura de São José de Ribamar e a empresa CCG Construções e Terraplanagem

Uma contratação sem licitação firmada entre a Prefeitura de São José de Ribamar e a empresa CCG Construções e Terraplanagem está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual, por meio de Inquérito Civil Público.

A investigação visa apurar supostas irregularidades no pregão 009/2020, que tinha como objeto a locação de equipamentos e veículos de carga para manutenção das vias não pavimentadas do município. O valor estimulado do processo licitatório foi R$ 8.548.816,00.

As investigações estão sendo coordenadas pela promotora Bianka Sekeff Sallem Rocha, que atua na 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de São José de Ribamar.

“O procedimento investigatório deve promover a necessária coleta de informações, depoimentos, certidões, perícias e demais diligências para posterior instauração da ação civil e/ou penal ou arquivamento, se for o caso”, aponta trecho do documento.

O Ministério Público solicitou à Prefeitura de São José de Ribamar informações atualizadas sobre a contratação e sobre a situação atual das referidas obras públicas. O município é administrado pelo prefeito Eudes Sampaio, derrotado nas urnas no dia 15 de novembro.

Comandante pede desculpas às vítimas das agressões de militares em Rosário

Por Luís Pablo Política
 

Um jovem chegou a ser baleado por um policial

O comandante da Polícia Militar do Maranhão, coronel Pedro Ribeiro, pediu desculpas às vítimas das agressões causadas por policiais militares em um bar no município de Rosário, no último domingo (29).

“A Polícia Militar pede desculpas à sociedade, ao Cláudio, ao Emanuel e a seus familiares que foram vítimas de agressões de policiais militares em abordagem na cidade de Rosário. A Polícia Militar do Maranhão já tomou todas as providências disciplinares e repudia qualquer ato contrário à lei”, disse o comandante.

Assim que teve conhecimento do fato, o governador Flávio Dino determinou o afastamento dos policiais militares envolvidos na ação. (REVEJA)

Os policiais agrediram algumas pessoas que estavam na parte externa do bar, derrubaram mesas e ainda atiraram no local. Um jovem acabou sendo baleado na perna.

CLIQUE E VEJA:

Mais uma grande vitória de Dr Julinho em São José de Ribamar

Por Luís Pablo Política
 

Por 5 a 0, o TRE manteve o registro de candidatura do Dr. Julinho

Nesta terça-feira (1º), o prefeito eleito de São José de Ribamar, Dr.Julinho, obteve vitória unânime no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A corte rejeitou o recurso interposto pela coligação do prefeito Eudes Sampaio. Por 5 a 0, o tribunal manteve o registro de candidatura do Dr. Julinho, que vai tomar posse no dia 1º de janeiro como prefeito legítimo de São José de Ribamar.

Por mais que o grupo adversário tente atacar o prefeito eleito e maquine para tirar o mandato que o povo lhe entregou, a Justiça Eleitoral já bateu o martelo e garantiu a elegibilidade de Dr. Julinho, que é ficha limpa.

Ilson Mateus Júnior tem pedido de porte de arma negado pela Justiça Federal

Por Luís Pablo Política
 

Mateus Júnior possui porte de arma com abrangência restrita aos estados do Maranhão, Pará e Tocantins

A Justiça Federal negou a emissão de porte de arma com abrangência em todo o território nacional ao empresário Ilson Mateus Rodrigues Júnior, filho do dono do grupo Mateus.

Mateus Júnior possui o porte de arma de fogo com abrangência restrita aos estados do Maranhão, Pará e Tocantins. Mas, queria a permissão para todo o Brasil.

No pedido, Mateus Júnior alegou que é grande empresário do ramo de supermercados, eletroeletrônicos, atacado e varejo, empregando mais de vinte mil funcionários nos estados do Maranhão, Piauí e Pará.

O empresário alegou ainda que sofre constantemente assaltos em seu centro administrativo, ameaças quase que mensal, por conta de demissão de empregados. Mencionou ainda que sofreu tentativa de sequestro em sua família, e que viaja constantemente para todas as capitais para negociar com seus fornecedores, fazer cursos e palestras.

“Não tendo o autor postulado a produção de outras provas tendentes a demonstrar o risco a que estaria sujeito em todo o território nacional, deverão prevalecer as razões invocadas pela autoridade administrativa, que, analisando os documentos por ele apresentados, indeferiu a pretendida extensão, deixando assentado que ‘…o fato do interessado viajar para vários destinos nacionais, por si só, não significa que esteja exposto a um risco excepcional em todos os locais’, assinalou o juiz federal José Valterson de Lima.

Clique no link e Confira a Decisão.

 

Eduardo Braide anuncia primeiro nome da equipe de transição

Por Luís Pablo Política
 

Enéas Garcia Neto deve coordenar a transição

Nesta terça-feira (1º), o prefeito eleito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), anunciou o nome da primeira pessoa da equipe de transição.

Foi divulgado o nome de Enéas Garcia Neto, que será responsável pela coordenação do processo. O indicado é advogado, tem 41 anos de idade e 16 anos de experiência em assessoria jurídica municipal e eleitoral.

A expectativa é que ainda nesta terça-feira seja divulgada a equipe completa que vai fazer a transição.

Eric Costa vai vender folha de pagamento e o novo prefeito terá prejuízo superior a meio milhão de reais em Barra do Corda

Por Luís Pablo Política
 

Eric Costa quer deixar o prejuízo para o próximo prefeito

Faltando exatamente um mês para o prefeito Eric Costa passar a faixa a Rigo Teles, eleito no último dia 15, movimentações estranhas e suspeitas chama a atenção no município.

Nesta quarta-feira (2), haverá um pregão eletrônico com a finalidade de contratar uma instituição financeira para prestação de serviço de pagamento da folha de pagamento dos servidores da Prefeitura de Barra do Corda e concessão de crédito consignado em folha de pagamento.

O tipo de licitação especificado foi o de Maior Oferta ou Lance. A pergunta que não quer calar é o porquê do prefeito Eric Costa querer contratar uma nova instituição financeira para executar o serviço faltando tão pouco tempo para deixar o cargo.

O pior é que tal decisão rompe o atual contrato com a Caixa Econômica Federal, detentora do contrato desde 2016 para tal finalidade. Com a quebra contratual, a Prefeitura de Barra do Corda vai pagar uma multa no valor altíssimo de R$ 536.000,00.

A quantia a ser paga corresponde a 20% do total pago pela Caixa para ser a instituição financeira responsável pela folha de pagamento. A multa vai sobrar para o prefeito eleito Rigo Teles pagar quando assumir a Prefeitura.

O contrato com a Caixa tem vigência até junho de 2021. No entanto, por motivos muito suspeitos, Eric Costa rompe o acordo e ainda dilacera os cofres públicos de Barra do Corda com o pagamento da multa desnecessária.

Eric Costa alegou à Caixa Econômica Federal que a medida é para reforçar o caixa da Prefeitura. Por que será que os cofres da prefeitura precisam ser reforçados nesse momento crucial e com uma medida que vai gerar prejuízos?

A decisão é muito contraditória e irresponsável. Esse caso precisa ser averiguado com urgência pelos órgãos competentes.